quarta-feira, 2 de outubro de 2013





Oi gente!! Hoje resolvi deixar as resenhas um pouco de lado pra falar um pouco sobre esse evento maravilhoso que é a Bienal. Particularmente me sinto um privilegiado por ter ido em todas as edições desde que eu tinha uns 12 anos de idade. Esse ano muitas coisas me chamaram a atenção. Uma delas foi o grande interesse das crianças pela leitura, o que é gratificante e emocionante, estimular esse hábito de leitura tem que ser desde cedo e é ótimo ver que ainda tem pais que educam seus filhos assim!! Outra coisa que me chamou bastante atenção,só que pelo lado negativo foi a quantidade de pessoas que vão para o evento por pura moda, o que prova que no mundo de hoje autenticidade e personalidade são características cada vez mais raras, mas é bom ver que a maioria que foi realmente é apaixonada pela leitura e leva esse hábito para a vida. Falando um pouco mais dessa edição, esse ano o país homenageado foi a Alemanha;decorações típicas decoravam parte do pavilhão, mas essa homenagem poderia ter sido um pouco mais exploradas.       Umas das reclamações de edições anteriores era o preço, coisa que essa edição conseguiu melhorar e muito, podia-se achar livros ótimos por preços muito bons (obs: não vamos comparar preço de loja física com preço de internet, é lógico que na internet o valor é menor, mas não tem o prazer de se entrar numa livraria). Eu mesmo consegui a biografia da Amy Winehouse por R$5,99.

Análise dos estandes:

  Intrínseca: estande super bem organizado (sim, tinha fila para entrar, mas pelo menos não víamos o tumulto de outros estandes lá dentro), títulos bem variados e com preços muito bons e ainda tinha autores dando autógrafos, enfim, Intrínseca de parabéns mais uma vez, provando que é a melhor editora atualmente.

  Arqueiro: gostei da variedade dos títulos disponíveis, o principal chamariz para atrair o público era o novo livro do Dan Brown que é atualmente a menina dos olhos da editora. Em termos de disposição o estande estava ótimo mas em matéria de organização deixou um pouco a desejar principalmente na hora da fila que estava quase dando voltas, mas que isso fique de aprendizado para as próximas edições.
 
   Novo Conceito: Me surpreendi demais com o estande, desde a decoração aos títulos. De cara a decoração com os livros grandes já te chama a atenção pela beleza e plasticidade. Os títulos dos livros também muito bons, mas o grande diferencial foi uma espécie de coffee break liberado para que entrava no espaço, ideia muito boa para atrair o público principalmente os mais jovens.


Enfim gente, por tudo o que eu vi a Bienal continua sendo o maior evento de livros do Brasil, lógico que falhas existem e vão continuar existindo, mas nada que tire o mérito do evento, a sensação maravilhosa que é estar num ambiente com pessoas que compartilham da mesma paixão que você, por mais que existam pessoas que só frequentam o evento por moda ou algo assim, acima de tudo a maioria é fã de livros e é isso que dá orgulho quando se pisa ali no Riocentro e vemos um espaço lotado. Por ora fico por aqui, quem é pai, mãe, educador, enfim para todos que tem contato com crianças continuem estimulando o hábito da leitura, esse um dos maiores tesouro que vocês podem deixar para uma criança. Fico por aqui, Bienal nós vemos em 2015!!!!!


Um comentário: