segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Resenha:O Exorcista






Título:O Exorcista
Autor:William Peter Blatty
Editora:Agir
Páginas:330
Tradução:Carolina Caires Coelho





Sinopse:

O mal assume várias formas.Seja com monstros,fantasmas ou demônios,tanto a literatura quanto o cinema sempre foram bem-sucedidos em representar a essência do nosso lado mais reprovável.O Exorcista,no entanto,conseguiu superar qualquer outra obra do gênero.
Inspirado no caso real do exorcismo de um adolescente,o escritor William Peter Blatty publicou em 1971,a perturbadora história de Chris MacNeil,uma atriz que sofre com inesperadas mudanças no comportamento da filha de 11 anos,Regan.Quando todos os esforços da ciência para descobrir o que há de errado com a menina falham e uma personalidade demoníaca parece vir à tona,Chris busca a ajuda da Igreja para tentar livrar a filha do que parece ser um caso raro de possessão.Cabe a Damien Karras,um padre da universidade de Georgetown,salvar a alma de Regan e ao mesmo tempo tentar restabelecer a própria fé,abalada desde a morte da mãe.










Fala gente!!!Tudo bem?Semana já começou chuvosa aqui no Rio,quase que não consigo fazer essa postagem,mas aqui estamos!
E hoje temos mais uma resenha de um livro que foi uma nostalgia total pra mim,
Trata-se de O Exocista.
E sim,esse é o livro que deu origem ao filme de grande sucesso lançado em 1973.
Pra quem nunca viu o filme,esse livro conta a história de Regan,uma garota doce,cheia de vida e muito amorosa que acaba se deparando com o sobrenatural e vê sua personalidade ruindo a cada dia que passa.
Sua mãe notando essas mudanças repentinas,comportamento violento e destrutivo,resolve buscar ajuda médica.
Nada que possa ajudar Regan,até que aconselhada pela própria equipe médica,resolve buscar ajuda religiosa,chegando assim ao padre Karras.
E aí as coisas começam a sair completamente do controle.







Pessoal primeiramente:amo essa história!Lembro que vi o filme quando tinha 10 anos de idade e achei incrível.Sim,desde criança era fã de filmes de terror hahahhaahhahaa
Só fui saber que o filme era baseado em livro há alguns meses atrás e não podia deixar passar a oportunidade de ter essa edição.
Pra começar:essa história não é muito leve.Quem achou o filme pesado,se prepare porque o livro é bem pior.
O fato de uma história se passar com uma criança já é algo bem assustador e polêmico,mas no livro isso é bem acentuado.Cenas mais fortes,diálogos com vários e vários palavrões são a tônica da história.Não dá pra imaginar certas partes do enredo sendo incluídas no filme por diversos motivos,mas principalmente pelo fato de tudo o que está descrito ali ter acontecido com uma criança.
A leitura é bem densa,com passagens fortes,tudo acontecendo muito rápido e uma linguagem não muito comum,o que acaba exigindo um certo cuidado na hora da leitura.
Preciso concordar que o autor ousou em colocar um tema tão polêmico assim em um livro..O resultado poderia ser um desastre completo,mas não foi bem assim que aconteceu.
Recomendo fazer a leitura com a mente aberta,sem moralismos.A história teve suas falhas?Lógico que sim,alguns problemas de condução me incomodaram bastante e o excesso de palavrões com certeza foi algo que me desagradou também.Sei que todo mundo fala palavrão hoje em dia,mas a quantidade presente no livro é absurda.Com certeza poderia ter dado uma moderada nisso.
Grande mérito da história:aquela sensação de medo,agonia e suspense que te prende a cada página.Você se vê envolvido com todo o drama de uma mãe querendo entender o que está acontecendo com sua filha e buscando alternativas em todos os lugares e ao mesmo tempo com a agonia de uma criança que não tem controle de suas atitudes e que vai perdendo seus traços pouco a pouco.
Paralelamente vamos conhecendo também a história de padre Karras e todo o seu drama pessoal.Com certeza foi o personagem que mais gostei,que foi além do que a lógica lhe dizia e ouviu seu coração acima de tudo.
Se eu recomendo?Recomendo sim,mas cuidado:não é uma leitura fácil,se você não gosta de leituras pesadas e se impressiona facilmente acho que esse livro não é pra você.Se pretende ler,tente começar por algo mais leve pra ir se acostumando antes de se envolver nele.






"-Mãe,por que a cama está chacoalhando? - gritava ela - Faça para!Estou com medo!Faça parar!Mãe,por favor,faça parar!"



"- E então,de repente - disse Chris,finalizando o relato -, vi que havia...ódio em seus olhos,um ódio enorme,e ela disse que eu...ela me chamou de...ah,Deus!"



"Chris virou-se e começou a abrir a porta,e foi então que Karras sentiu:um aviso forte e arrepiante.Passou por sua corrente sanguínea como pedacinhos de gelo."







E aí gente,ficaram com medo?hahahahahahaha
Confesso que não é um livro muito fácil de ser lido,mas é uma ótima pedida,principalmente se você assim como eu é fã do filme.Já perdi a conta de quantas vezes assisti kkkkkkkkkk
Espero que tenham gostado da resenha :D
Pra encerrar por hoje,tenho um aviso.
Março tá chegando aí e pra quem não sabe é mês do meu aniversário!
E quem vai ganhar o presente são vocês!Vem sorteio por aí,aguardem!!
Por hoje é só galera,não esqueçam de comentar o que acharam da resenha.
Já leram o livro ou viram o filme?Me digam o que acharam :)
Até a próxima postagem pessoal!!

8 comentários:

  1. Já li esta obra e adorei muito assim como o filme. Esta obra me envolveu tanto que li em três dias.
    Bjus,
    Kôiv.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Arthur!!
      Difícil realmente saber qual deles é melhor,me senti envolvido também tanto pelo filme quanto pelo livro.
      Abraços!

      Excluir
  2. Oii!
    Eu nunca assisti o filme, não sou fã de filmes de terror. Por isso, acho que não teria estômago para ler o livro, não agora. Acho que como você falou, também me incomodaria com o excesso de palavrões.
    Abraço!
    apenasumaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariana!
      O filme é considerado um dos mais pesados do gênero e o livro é exatamente assim.Melhor você começar por um mais leve.
      Pois é,muitos palavrões desnecessários,sei lá,me incomodou bastante realmente :D
      Abraços!

      Excluir
  3. Nossa, fiquei decepcionada com esse livro.
    Eu amo terror, e esse livro passou longe disso ou de assustar.
    Agora sobre o filme, recomendo a versão sem cortes, acho que você irá ficar mais angustiado rsrs.
    Abraços!!

    wwww.kikaribeiro.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kika!
      Sério?
      De fato o filme me assustou bem mais,talvez por realmente mostrar as situações e talz.
      Já vi a versão sem cortes,adorei,sou super fã do filme kkkkkkkk
      Abraços!

      Excluir
  4. Oie!

    Já ouvi falar tanto do filme como do livro, mas não gosto de nada que envolva o gênero terror então acho que não conseguiria realizar essa leitura. Mas gostei da sua resenha, se fosse fã do gênero com certeza leria :)

    beijos
    http://infinitudedepalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lurdes!
      Se você não é fã do gênero realmente não recomendo essa leitura,acaba sendo bem pesada principalmente pra quem não gosta.
      Que bom que gostou da resenha!! :D
      Beijos!

      Excluir