sábado, 1 de outubro de 2016

Resenha:Sonata Em Punk Rock



Título:Sonata Em Punk Rock
Autora:Babi Dewet
Editora:Gutenberg
Páginas:300



Sinopse:

Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock?Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov,que agora tem a chance de deixar tudo para trás e viver na Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos.
Ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela,Tim,como prefere ser chamada,terá que superar suas inseguranças e provar a si mesma que é capaz,mesmo que isso signifique dominar o temido piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica.Só que,para dificultar ainda mais as coisas,o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar.
Em um universo completamente diferente do que estava acostumada,repleto de notas,partituras,instrumentos e disciplina,Valentina irá mostrar ao certinho Kim que não é só ele que está precisando de um pouco de rock´n roll,mas também toda a Cidade da Música.



"I love rock and roll
So put another dime in the jukebox baby
I love rock and roll
So come on take some time and dance with me"




Fala galerinha!!Tudo bem?Sentiram falta de resenha assim como eu senti de fazer?Então vamos resolver logo isso!
Fiquei pensando em qual livro escolher pra realizar essa resenha,mas a resposta veio exatamente hoje,depois que terminei essa leitura.Precisava dividir com vocês minhas opiniões sobre Sonata Em Punk Rock da autora Babi Dewet.
Aliás uma observação aqui:ela é minha autora nacional preferida e ainda não tinha feito resenha dos livros dela aqui,como assim?????
Dessa vez não tem jeito,vai ter Babi e muito por aqui hahahahahahaha
Vou aproveitar junto com a resenha postar algumas fotos do lançamento que teve aqui no Rio de Janeiro.
Vamos começar!!


Aqui temos a história de Valentina,uma jovem amante da música,do rock,ou melhor dizendo,do punk rock que mora com sua mãe no Rio de Janeiro.Suas influências são Sex Pistols,Ramones,Joan Jett e por aí vai,Por conta disso Valentina sempre teve uma opinião muito forte,não se importando com a opinião das outras pessoas.
Seu pai a abandonou ainda muito jovem para viver sua vida e aproveitar seu talento musical.O que Valentina não esperava era que o grande Alexander Gontcharov depois de tanto tempo fosse aparecer em sua casa com a oportunidade de sua vida:uma vaga com tudo pago na Academia Margareth Vilela,ou seja,seu sonho de estudar música.
Mesmo não gostando de seu pai ela resolve aceitar a oferta.
Ela acaba descobrindo que em meio a tanta música clássica ela vai ter que lutar para achar espaço para o seu rock se encaixar na Academia.
E pra isso ela contará com a ajuda de Sarah,Pedro e Fernando,amigos improváveis que ela acaba fazendo.
Só que ainda resta o desafio:aprender piano para poder concluir suas matérias e fazer com que sua professora de piano,uma severa e famosa pianista consiga enxergar talento nela.
Só uma pessoa pode ajuda-la,mesmo que ela não goste:Kim,o aluno mais talentoso da academia e filho da diretora.Um problema:ele é um babaca que só se preocupa consigo mesmo e não dá bola pra ninguém.
Será que Valentina conseguirá ajuda?
Kim será capaz de deixar a arrogância de lado?
Que relacionamento estranho é esse que surge entre eles?


Quem está acostumado a ler Babi Dewet sabe que tem algo que não pode faltar em suas histórias:música.
Não poderia ser diferente com Sonata Em Punk Rock,primeiro livro da trilogia Cidade da Música.
Temos uma história repleta de música,com altas doses da tranquilidade da música clássica,mas contrabalançando com a agressividade do punk rock. 
Valentina é uma personagem que vai amadurecendo muito em pouco tempo.Tinha tudo para ser revoltada com a vida depois que o pai a abandonou,mas fez da música sua válvula de escape.
Por alguns momentos ela pode aparentar ser um tanto quanto arrogante,mas é só aparência mesmo
Com relação a Kim,a autora conseguiu trabalhar com o lado misterioso,psicológico e emocional do personagem de uma forma sutil e gradativa,dando tempo ao leitor para entender o que se passava na cabeça dele.
A Cidade da Música foi muito bem criada.Mal comparando é como se fosse uma Hogwarts,pra onde todos gostariam de ir e serem reconhecidos,cada um se especializando em um instrumento,cada qual com sua habilidade.
Por sinal a história é cheia de referências a Harry Potter,Percy Jackson,K-Pop e cultura coreana....e faz referência a uma banda muito especial.Pra quem já leu Babi Dewet sabe de qual banda estou falando (não vou falar pra não estragar a surpresa hahahahahahaha)
Acho que essa banda ainda pode vir a aparecer nos próximos livros,quem sabe.
Quanto a parte do romance,achei que ficou tão sutil,não foi o foco principal da história,muito pelo contrário.Ele está inserido dentro da trama,mas ela vai muito além de um romance;temos conflitos pessoais,drama e acima de tudo amizade.
Como sempre no final a Babi nos trás aquele ar de nostalgia da escola,das amizades da época e aquele sorriso gostoso acaba aparecendo.
A narrativa em alguns momentos acabou me incomodando.Na maior parte do tempo a Valentina é a narradora,mas junto com ela temos o Kim narrando.Até aí tudo bem,se fosse separado.Só que acaba sendo junto e o leitor tem que ficar atento pra não se perder com relação a quem está narrando.Em uma linha é a Valentina comentando e na outra já é o Kim,sem nem um aviso nem nada kkkkkkkkkkk
Não tenho problemas em ler livros com esse tipo de narrativa,só não acho a melhor maneira de explorar.Pra esse tipo de história funcionou,mas se fosse pra uma distopia ou fantasia por exemplo acabaria ficando muito confuso.
No geral foi um livro que amei demais,dei altas risadas,cantei bastante,como bom rockeiro né e me emocionei.Ia esquecendo de falar,o título de cada capítulo é o título de uma música clássica ou rock,o que deixa tudo mais interessante.
Recomendo muito!!
Foram tantas partes que acabei marcando que perdi a conta kkkkkkkkkkkkk







"Às vezes,para assumir a regência de nossas vidas,precisamos trocar a partitura.Afinal,por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock?"


"A vida é como uma orquestra:são necessários muitos instrumentos em harmonia para que a música toda faça sentido.Mas,na maioria das vezes,você nem sabe tocar esses instrumentos.E sempre vai ter alguém dizendo que seu gosto musical é ruim,mesmo que seja o som que te faz feliz."


"Sua mãe dizia que ela tinha um grande dom e um dia iria tocar a vida das pessoas.Era nisso que Valentina tentava acreditar.Queria fazer a diferença através da sua música,se expressar para o mundo e fazer todos entenderem o que sentia."


"Mas às vezes você precisa calar a boca e aguentar tudo quieta.Mesmo que tenha vontade de explodir,fugir e ir embora.A música é prioridade.Então faça o melhor que puder.Se tem alguém que nunca vai te abandonar,é sua música.É a única coisa em que podemos confiar.É a única coisa que não nos vira as costas."


"Depois de muita névoa,a vitória era iminente.Se esse era só o primeiro mês de aulas,ela estava louca pela próxima temporada de sua vida."


"...mas Valentina sabia que toda forma de amor era amor.Um dia todas as pessoas do mundo entenderiam isso."


"Não podia prever o futuro,mas o presente parecia bom demais para ele simplesmente ignorá-lo."


"Se ela sobrevivesse ao próximo minuto,poderia viver a vida inteira naquele único momento.Com muita música e rock´n rol.Do jeito que deveria ser."









Então gente,por hoje é isso.Confesso que esse livro me deixou tão leve,tão em paz....acho que ele cumpriu bem demais o seu papel.Terminou com aquele gostinho de quero mais,exatamente como a trilogia Sábado à Noite.Já fico na expectativa pelos próximos :)
E falando em música se preparem que nos próximos meses terão postagens musicais por aqui,com um pouco do que vai rolar nos shows do Aerosmith em São Paulo agora em Outubro,Guns´N Roses em Novembro aqui no Rio e Black Sabbath em Dezembro também aqui no Rio.

Já leram Sonata Em Punk Rock?O que acharam?
Vou indo nessa gente,nos vemos na próxima postagem!!
Grande abraço!!!

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi Luiza!
      Recomendo bastante ler algo da Babi.
      Se eu fosse você começaria por Sábado à Noite pra ir entrando no clima da escrita dela :)
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Cláudio, tudo bem?
    Não li nada da autora ainda, mas eu amei a sua resenha, a capa do livro é encantadora, e as referencias a HP já me ganham.
    Vou tentar ler o quanto antes, eu adoro livros com música, ainda mais Rock que é meu gênero favorito, falando nisso, ansiosa para seus posts de músicas.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline!Tudo ótimo e você?
      Ainda não?Corre pra ler algo dela!kkkkkkk
      Ah que bom que gostou.Sou muito suspeito pra falar algo sobre a autora porque sou mega fã dela,mas deu tudo certo.
      Você vai amar a Babi então,os livros dela são cheios de música e rock :D
      Em breve tem postagem de música,deixa só eu voltar de SP hahahahahaaha
      Beijos!

      Excluir
  3. Que sonho esse livro! Eu fiquei sabendo só hoje que a autora esteve aqui no finalzinho de Setembro e fiquei bem chateada por não ter ido vê-la, mesmo não tendo lido nada dela. Eu adoro livros adolescentes, ainda mais quando envolve música. Parece ser ótimo!
    Beijo, Participe da promoção do blog e concorra a um livro do Tom Grass, Twist!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã!
      Sério?Poxa que pena que não deu pra você conhecer ela,a Babi é um amor,mega simpática!
      Vai amar então os livros dela,principalmente a trilogia Sábado à Noite,super recomendo!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi
    nunca li nada da autora, gosto muito do canal dela. Que bom que gostou da leitura, espero ler alguma coisa dela em breve.
    Abraços.
    http://imaluado.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Arthur!
      O canal dela é mega legal mesmo,vários conteúdos nerds,muita música e literatura.
      Lê sim,a leitura é ótima!
      Abraços!

      Excluir
  5. Oi Cláudio!
    Eu curti muito a leitura deste livro, é um enredo muito bom.
    Que legal, você também conheceu a Babi, ela é um amor né? Adorei suas fotos.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Não é?O enredo envolve de uma tal maneira que quando a gente vê já terminou de ler.
      Ela é um amor,uma fofa,toda vez que encontro com ela fico mais fã ainda!
      Que bom!:D
      Beijos!

      Excluir
  6. Oi
    Eu não tenho muito contato com a Babi Dewet mas tenho muita vontade de ler esse livro.
    Na verdade estou lendo o primeiro livro dela "Sábado a noite" e mesmo a narrativa sendo onisciente eu estou ficando um pouco perdida porque ela troca os focos dos personagem em um mesmo capítulo e fica muito confusa a narrativa.
    Mas acredito que ela vai só crescer como escritora , ouvi falar que a escrita dela melhorou bastante e ela é muito simpática e eu acho que isso é essencial para conquistar um público.

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      Então,ela tem essa mania mesmo,mas conforme você vai lendo,se acostumando e se situando a leitura fica deliciosa.
      Achei de fato que ela melhorou bastante,ela só tem a evoluir cada vez mais.
      Ela é simpática demais!Tudo isso contribui realmente pra conquistar os fãs!
      Abraços!

      Excluir