segunda-feira, 24 de abril de 2017

Resenha:Paixão Sem Limites


Livro:Paixão Sem Limites
Autora:Abbi Glines
Editora:Arqueiro
Páginas:192
Tradução:Fernanda Abreu


Sinopse

Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.


Ele podia ter tudo o que quisesse.Menos ela.




Fala gente!Como vocês estão?Espero que bem e que tenham começado a semana da melhor maneira possível.Continuando na nossa sessão de resenhas,hoje vou falar um pouco sobre uma série que comecei a ler recentemente.E falaremos do primeiro livro:Paixão Sem Limites,da autora Abbi Glines,primeiro volume da série Rosemary Beach.
Resisti demais em comprar essa série,até por se tratar de uma série enorme.O que ameniza é que os livros são bem curtinhos.

Temos aqui a história de Blaire,uma jovem que após a morte da sua mãe não tem outra saída a não ser morar com o pai que ela não vê há um tempo e que se afastou quando a mãe dela estava doente.
Começa então a trajetória da nossa protagonista por Rosemary,mas ela não terá vida fácil.
Ao chegar,descobre que o pai está viajando com a atual esposa e só uma pessoa pode ajudá-la nesse momento:Rush Finlay,bad boy mulherengo e filho da sua madrasta.Só tem um problema:o cara é um idiota e promete dificultar as coisas para Blaire.
Determinada a conseguir um emprego e economizar dinheiro,ela não poupa esforços para se adaptar e seguir sua vida sem depender do pai,mas será que ela vai encontrar um bom motivo para viver em Rosemary ou sua vida será mesmo fora dali?



Sim,eu também leio romances fofinhos,hot e leves também hahahahahaa
Sempre pensei nessa série como sendo muito arrastada,porque vamos combinar,não é fácil manter esse tipo de trama com tantas sequências.
Nesse primeiro livro,deu pra notar algumas coisa.O principal é o lado dramático.Achei os personagens extremamente dramáticos,o que me incomodou em muitas oportunidades.
Outra situação que notei e é bem explorada (e com certeza será ainda mais) é o relacionamento familiar.Blaire é uma jovem que não se dá bem com o pai,tinha na mãe o seu porto seguro e agora se vê totalmente sozinha,obrigada a recorrer a alguém com quem ela não mantém a mínima relação.
A autora trabalhou e explorou bem esse relacionamento.Apesar do pai da protagonista só aparecer mais pro final do livro,ele vai ter uma participação importante que trará desdobramentos para os próximos livros.
Rosemary aqui parece mais como um mundo à parte do mundo.O cenário é muito convidativo,os moradores são cativantes.
Por falar em moradores,meus personagens preferidos não são o Rush e nem a Blaire.Os melhores foram os personagens secundários,Woods (chefe da Blaire) e a Bethy (melhor amiga dela em Rosemary).Particularmente a Bethy é um show!Ela é piradinha,divertida,cativante e a melhor amiga perfeita para nossa protagonista.Woods é aquele chefe/amigo que faz de tudo para tornar as coisas mais simples e tranquilas para Blaire e está sempre  pronto a ajudar.
Taí um caso raro:os personagens secundários são mais bem construídos que os principais.Talvez a parte do drama tenha me impedido de criar um vínculo maior com eles,não sei,mas o Rush é simplesmente idiota demais,só pensa em si mesmo (e na irmã) até quando ele tenta acertar ele erra kkkkkkkkkkk
Mas,vamos abrir um parênteses:o passado dele acaba se refletindo em quem ele é hoje e o passado dele é bem complexo.
Já a Blaire é insegura demais,até entendo,porque por toda sua adolescência ela ficou cuidando da mãe doente e não teve oportunidade de ter uma visão mais esperta do mundo,mas mesmo assim ela exagerou demais nos dramas.Previsível?Sim,pelo menos o romance da história,dá pra saber nos primeiros capítulos,bem clichê mesmo.Não que seja ruim,mas a sensação é que já li uns 500 livros assim.
A história é bem intensa,bem emocional e com certeza vai prender a atenção dos leitores.Uma escrita leve,sem invenções ou ideias mirabolantes,mas que convence e que consegue entreter o leitor.
Achei uma leitura ok,sem nada brilhante ou novo,mas que diverte.Abbi tem uma narrativa bem organizada e direta,o que facilita bastante.Tem drama?Tem,mas eles são diretos haahahahaha
Ótimo livro pra se ler um dia ou até mesmo pra relaxar a mente.Ele pode parecer repetitivo,mas a autora não deixa com que isso aconteça (acho que isso se deve muito pela pouca quantidade de páginas,o que dá tempo pra gente ler um agora,dar um tempo e depois pegar outro,sem enjoar)
Mais pro final a história vai ficando com ares de suspense e revelações,então me empolguei mais no final do livro,naturalmente
Se preparem que temos revelações no final que poderá comprometer o destino de alguns personagens.....



" - Você não quer me conhecer.Talvez ache que quer,mas não quer.Juro que não."



"Não tive uma vida normal e,por causa disso,tenho algumas questões bem bizarras.Já lhe disse que tem coisas que você não sabe.Não posso me permitir tocar em você.Seria errado."



"Porque agora que eu provei não vou querer dividir.Isto aqui não é só diversão.Acho que estou ficando viciado."



"Eu não podia me permitir pensar que ele era o homem que iria me amar e me proteger.Ele nunca seria esse cara.Só que o meu coração já tinha se afeiçoado um pouco a ele.Não que isso fosse durar para sempre,as nesse instante eu quis que ele fosse o meu primeiro.Não seria o meu último;seria apenas uma etapa no caminho da minha vida,etapa que eu talvez nunca viesse a esquecer ou superar.Era isso que mais me assustava:não ser capaz de seguir em frente."



"A porta se fechou.Quando ergui os olhos,deparei com o quarto de hotel vazio à minha volta.As despedidas não eram aquilo tudo que diziam.Isso agora eu sabia."




Gente por hoje é só,curtiram a resenha?Espero que sim.Aos poucos vou lendo a série e trazendo minha opinião sobre cada livro aqui.Me empolguei em comprar logo todos porque a autora estará na Bienal e claro que quero garantir meu autógrafo hahhahahahaha
Atualmente li os dois primeiros.Pretendo ler a cada mês dois livros,até pra não ficar muito cansativo e poder curtir melhor a leitura.
Galerinha vou indo nessa,não esqueçam de comentar,deixar suas opiniões.
Grande abraço!

8 comentários:

  1. Olá!!
    Eu amo tanto essa série! Fico feliz que você tenha curtido. Vou aguardar ansiosa a sua opinião sobre os outros livros :D
    Parabéns pela resenha.

    Abraços
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mônica!
      Quem leu diz a mesma coisa,espero gostar do restante kkkkkkkkk
      Vai ter resenha sim!
      Obrigado :D
      Beijos!

      Excluir
  2. Ain preciso ler essa série, parece tão incrivel!!!
    Ótima resenha ^-^
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Melissa!
      Lê sim,já li dois livros,mas parece ser uma série incrível mesmo!
      Obrigado :)
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá Cláudio
    Siiiiim eu sabia que vc ia gostar da escrita da Abbi, como vc disse bem organizada e direta.
    Não, não é nada memorável, mas é bom.
    Ela fisga exatamente pela simplicidade e o clichê bem feito (naooooooo não tenho nada contra desde que cumpra o prometido de entreter).
    Siiiiim é fofinho, hot e leve.
    Uma leitura descompromissada para ler de uma sentada.
    Tb achei os personagens secundários bem construídos e a Bethy é o tipo de amiga que todo mundo quer ter rsrsrsrs
    Amei sua resenha e já aguardo pelas próximas 😁😁
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli!
      Apesar de tudo,gostei sim kkkkkkkkk
      Não tem nada brilhante ou diferente,mas é uma história bem envolvente e divertida,tem seus méritos.
      Nada contra clichê também,desde que tenha uma boa construção....as vezes é até necessário.
      Dá pra ler mega rápido mesmo :D
      A Bethy é a melhor,sem dúvidas hahahahahaa
      Obrigado,pode deixar que vai ter :)
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Cláudio!! Sim, eu adorei a resenha rs
    Eu adoro a escrita da autora, e a série é uma daquelas que sempre procuro quando preciso de um romance para adoçar meu coração trevoso rsrs.
    Compartilho da mesma opinião que você, e o segundo livro é cheio de treta, porém eu acho que... bem, não quero te deixar desanimado, mas achei Blaire ainda mais tosca no segundo livro. Mas isso não me impediu de comprar o terceiro rsrsrs
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia!
      Ahhhhhh que bom!! :)
      Depois de momentos e leituras tensas,nada melhor que ler uma história mais leve e divertida kkkkkkkkk
      Já li o segundo e realmente:tem muita treta!!!
      Ainda não consegui me conectar com a Blaire,acho ela meio chata kkkkkkkkkk
      Vou começar o terceiro agora em Maio,vamos ver!
      Beijos!

      Excluir