sexta-feira, 16 de junho de 2017

Resenha:Lugares Escuros


Livro:Lugares Escuros
Autora:Gillian Flynn
Páginas:352
Editora:Intrínseca
Tradução:Alexandre Martins


Sinopse

Libby Day tinha apenas sete anos quando testemunhou o brutal assassinato da mãe e das duas irmãs na fazenda da família. O acusado do crime foi seu irmão mais velho, que acabou condenado à prisão perpétua. Vinte e quatro anos depois, quando é procurada por um grupo de pessoas convencidas da inocência de seu irmão, Libby começa a se fazer as perguntas que até então nunca ousara formular. Será que a voz que ouviu naquela noite era mesmo a do irmão?
Gillian Flynn intercala a trajetória detetivesca de Libby com flashbacks dos acontecimentos do dia do crime com tanta habilidade que o leitor é levado a diferentes direções. Escrito com primor, Lugares escuros não só mostra como a memória é passível de falhas, mas também evidencia as mentiras que uma criança pode contar a si mesma para superar um trauma.



Fala pessoal!Tudo certinho com vocês?Passaram bem o feriado?
Vamos hoje então com a resenha do último livro que li mês passado:Lugares Escuros da autora Gillian Flynn.

A personagem principal é a Libby Day,uma mulher que vive solitária.Um fato da sua infância lhe atormenta até hoje:ela viu sua mãe e as duas irmãs serem assassinadas na fazenda.
E o condenado por esse terrível homicídio é ninguém menos que Ben,seu irmão.
Desde então,Libby vive da ajuda das pessoas que tiveram pena dela,mas seu dinheiro está acabando.Sendo assim,ela acaba recebendo um estranho convite  de um clube que está interessado em remexer no passado dela e acima de tudo:provar a inocência de Ben que está preso.
Conforme Libby vai descobrindo algumas coisas,mas ela se questiona se realmente quem ela viu assassinando a família foi mesmo seu irmão.
Será possível confiar na memória de infância?
Que segredos estão por trás disso?
Seria seu irmão apenas mais uma vítima?



Pessoas queridas, que livro um tanto quanto confuso,principalmente nas primeiras páginas.A história demora a engrenar,a protagonista fica divagando sobre o passado e voltando para o presente....foi difícil me manter no ritmo da história.
A trama demora demais a transcorrer,ficando em um ritmo muito lendo e com as divagações da Libby.As coisas melhoram quando ela de fato começa a investigar e se questionar algumas coisas e sair da sua zona de conforto pra enfrentar seu passado.
Por esse ritmo mais lento no início,acaba que no final a autora colocou muitas informações ao mesmo tempo pro leitor processar,achei que ela poderia ter feito de uma forma diferente.
Os personagens são bem no estilo da Gillian Flynn:nem um pouco confiáveis.A própria protagonista não é exemplo de heroína e sobrevivente,pelo contrário,ela mesma se questiona,questiona suas atitudes e conceitos de certo e errado.
São personagens misteriosos,que acabam dando um nó na cabeça do leitor,nos levando a desconfiar de todos e todas as possibilidades possíveis.
Achei Ben passivo demais em meio a toda onda de intrigas,mesmo preso ele poderia ter falado algumas coisas que ajudariam,mas não fez e por conta disso vieram algumas consequências.
Libby é uma mulher sozinha,com seus temores e que já perdeu quase tudo e provar a inocência do irmão de repente parece ser não só possível,mas a única coisa que vai manter a sanidade dela.Achei ela meio inconsequente em muitas partes,mas em alguns momentos admirei a coragem dela. 
O ambiente da história é bem misterioso,envolto em suspense,intrigas e segredos que vão sendo revelados e que vão alterar toda a situação.
No geral foi uma leitura que pra mim oscilou bastante,com algumas surpresas,algumas situações bem previsíveis.Não gostei da motivação de alguns personagens,simplesmente não me convenceram.
Aliás vou ser sincero:os personagens não me convenceram.A impressão que passa é que uma simples atitude por parte de um dos personagens poderia ter resolvido tudo.
Problemas de condução,mas com um estilo de narrativa bem característico da Gillian,mas que não combinou muito com a ideia de trama que ela tinha em mente.
Gostei bastante de algumas partes do desfecho final,que acabaram fazendo sentido,principalmente o grande segredo de Ben,que com certeza foi a melhor parte.
Ali a autora me ganhou mais na história e fez com que eu desse uma nota boa no final de tudo.
Quem não está acostumado com thrillers,não recomendo começar por esse,pode ser que vocês se percam na leitura,mas outros livros da autora são ótimos para começar,como Objetos Cortantes.
Ainda não foi em Lugares Escuros que a autora me ganhou.Senti falta de alguma coisa mais objetiva ao invés de tantas coisas sendo colocadas de uma vez só para o leitor,mas mesmo assim a escrita da Gillian é bem afiada,sombria e sem espaço para heróis,somente para pessoas reais com seus demônios interiores,errando e acertando.
Suspense,segredo,mistério,assassinatos,prisão....estejam preparados para encontrar tudo isso e um pouco mais nesse que é um dos livros de maior sucesso da Gillian Flynn!




"Eu tenho uma maldade dentro de mim,tão real quanto um órgão.Corte minha barriga e talvez ela escorra para fora,viscosa e escura,e caia no chão para que você possa pisar nela.É o sangue dos Day.Há algo de errado com ele."



" - Mas é uma teoria sólida,certo?
- Tudo é uma teoria,por isso é um mistério! - falei,imitando-o. - Apenas um grande mistério."



" - Libby,você não tem como vencer este jogo.Se eu lhe digo que sou inocente significa que você é culpada,você arruinou minha vida.Se digo que sou culpado...Não acho que isso vai fazer você se sentir muito melhor.Certo?"



"... Você precisa crescer,Libby.Precisa escolher um lado.Você pode passar o resto da sua vida tentando descobrir o que aconteceu,tentando raciocinar.Ou pode simplesmente confiar em si mesma.Escolha um lado.Fique do meu.É melhor."




É meu povo,gostaram da resenha?Queria ter gostado mais dessa leitura,mas não foi decepcionante porque simplesmente sempre que pego algum livro da autora fico com o pé atrás,então foi bem tranquilo lidar com os pontos negativos.
Pode ser que esse livro seja pra vocês,mas sinceramente não me pegou como eu gostaria que tivesse pego kkkkkkkkkk
Mas me digam o que acharam dele,se já leram,se pretendem ler......
Vou indo nessa gente,amanhã volto com mais postagem e uma resenha muito muito especial!!
Bom final de semana pra vocês!
Grande abraço!

4 comentários:

  1. Oi Claudio, tudo bem? Eu nunca li nada da autora, mas pelo que entendi da resenha, acho melhor não começar por esse rsrs De todas as formas, excelente post!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!Tudo ótimo e você?
      Então,não recomendo começar por ele mesmo kkkkkkkk
      Melhor começar por Objetos Cortantes,ótimo livro pra ir se acostumando com a escrita da autora.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olááááá Cláudio
    Então é Gilliam sendo Gilliam rsrsrs
    O post está excelente todas as considerações pertinentes e coerentes.
    Então eu sou uma das poucas pessoinhas no mundo que detestei Garota Exemplar e não foi Lugares escuros que me conquistou, apesar de que se falar da adaptação do livro para o cinema não foi tão ruim.
    Acho que na tela esse thriller psicológico funciona melhor, guardadas as devidas considerações sobre adaptações, tem boa fotografia, bom elenco e os tons de cores definem o passado/presente.
    Acho que a proposta toda poderia se resumir em: até que ponto nossa lembrança pode nos pregar peças?
    Bjsss Luli
    Café com Leitura na Rede


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli!
      haahhahahahahhaaha
      Obrigado,quis deixar tudo amarradinho mesmo.
      Gente até que enfim achei alguém que não curtiu Garota Exemplar hahahahahahha
      Esperava muito mais desse livro.
      Tenho que ver o filme de Lugares Escuros,mas deu pra perceber que a história deve funcionar bem melhor como filme mesmo.
      Verdade kkkkkkkkkkk
      Beijos!

      Excluir