domingo, 13 de agosto de 2017

Resenha:Simplesmente O Paraíso


Livro:Simplesmente O Paraíso
Autora:Julia Quinn
Editora:Arqueiro
Páginas:272
Tradução:Ana Rodrigues


Sinopse

Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido.
Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida.
Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. Odeia Londres e durante toda a temporada, permaneceu vigilante e intermediou quando acreditava que o pretendente não era o adequado.
Honoria e Marcus compartilham uma amizade, pouco atípica, fruto dos anos que se conhecem e que o torna parte da família.
Entretanto, um desafortunado acidente faz que ambos repensem sua relação e encontrem a maneira de confrontar o que surge entre eles, se tiverem coragem suficiente



Oi gente!Como vocês estão?Desculpem minha ausência essa semana,mas tá tudo tão corrido com as leituras,preparativos pra Bienal,trabalho...tá tudo beeeeem intenso.Aos poucos a gente vai colocando as coisas em dia por aqui,mas já adianto que esses dois meses pode ser que demore mais do que o normal a ter postagens,principalmente em Setembro,mas prometo muito não deixar vocês na mão.Curtam a página do blog,vou sempre postar várias coisas lá durante a Bienal,vou tentar fazer vídeos,muitas e muitas fotos,quem sabe até um sorteio,então se liguem lá!
Recado dado,hora de começarmos com a nossa resenha de hoje.E o livro escolhido foi Simplesmente O Paraíso da autora Julia Quinn.
Minha gente,finalmente li Julia Quinn!! (passou e muito da hora hahahahahaa)

Aqui nós temos a história de Honoria Smythe-Smith,uma jovem apaixonada por música e que faz parte do famoso (e pavoroso) quarteto musical das Smythe-Smith como violinista.
Ela começa a se preocupar,pois o tempo vai passando e nada dela arranjar um marido.Todos os pretendentes se afastam dela e para piorar,seu irmão está fora do país por causa de um erro do passado.
Mas um amigo do passado resolve dar as caras na cidade:trata-se de Marcus Holroyd,amigo de infância de Honoria e de seu irmão.
Entre tantas implicâncias de infância,ficou uma amizade entre os dois,mas fatos recentes podem contribuir para que essa amizade se transforme em algo mais.
Devido a um acidente provocado por Honoria,Marcus acaba ficando muito doente,precisando de cuidados em casa e logicamente Honoria se propõe a cuidar dele.
Como será que as coisas vão se acertar?



É meu povo,meu primeiro contato com a escrita da Julia.Muitos me recomendaram a começar pela série dos Bridgerstons,mas eu já tô com a série do quarteto Smythe-Smith completa aqui,então resolvi começar por essa mesmo.
A história no meu ponto de vista demora demais a acontecer,ficando com uma narrativa um pouco arrastada no começo,mas depois as coisas começam a se acertar.Só que até as coisas se acertarem eu demorei a me conectar com a leitura,com a narrativa,com os personagens....
Mas passado isso,a leitura fluiu de uma forma bem tranquila.O grande mérito da autora é apostar no humor dos personagens.Todos,cada um a sua maneira,tem um tipo de humor que faz o leitor dar altas gargalhadas,tornando a história mais leve.
O romance é bem previsível,mas o suspense que rola por trás dele me chamou a atenção e acabou me ganhando.Aliás foi aí que a autora conseguiu chamar minha atenção.
Os personagens são bem simples,trabalhados de uma forma bem tranquila,de forma a deixá-los mais próximo do leitor e se encaixar no ambiente da história.
Vocês sabem que não sou muito fã de romances de época,mas a Julia trabalhou a história de uma forma que parece que estamos lendo algo muito atual,às vezes esquecemos que estamos lendo algo ambientado anos e anos atrás.
Talvez o romance pudesse ter sido um pouco mais trabalhado pra não deixar tudo tão previsível assim,mas acabei superando isso.
A narrativa da autora é bem visual,nos ambientando bem para a época da história,aos costumes,roupas,tradições.....e ela explora esse universo de uma forma bem interessante,deixando o leitor bem informado do que acontece ali naquele universo.
As divagações no início da leitura me atrapalharam um pouco,mas acho que isso se deve ao meu primeiro contato mesmo com a autora e meu hábito de não ler romances de época.Mesmo assim foi algo que não atrapalhou como um todo no decorrer da leitura.
Honoria é uma jovem encantadora,que procura sempre ter um tom mais conciliador,preocupada sempre com os outros em primeiro lugar.Ela nos rende as cenas mais engraçadas do livro kkkkkkkk
Marcus tem um humor peculiar,irônico,o tipo de humor que amo nos personagens e que me diverte demais!Com as tiradas dele,muitas vezes deixa Honoria muito sem graça kkkkkkkkkk
Senti um pouco de falta e presença dos personagens secundários.
No geral,foi um livro ok,não tinha muitas expectativas,mas para um primeiro contato foi bem interessante,vi que a Julia Quinn tem potencial para me surpreender muito mais.Ela conseguiu me envolver no romance,me envolver na época,me envolver em todo o ambiente.E melhor que isso:me fez ficar com muita vontade de ler os próximos livros!
Foi um romance bem gostoso de acompanhar,que foi ótimo pra passar o tempo,muito bonito,leve,agradável e divertido.
Acho que pode ser o início de uma história de amor entre leitor/autor bem sucedida,vamos aguardar.hahahahahahahaha



" - Mesmo se Marcus se apaixonasse por alguém,isso não aconteceria de um jeito normal.
- E o amorem algum momento é normal? - indagou Iris."



"Porém,o que ela não percebeu até bem mais tarde foi que,pela primeira vez,dissera que Marcus era como um irmão para ela.
Verbo no pretérito.
Se ele não era mais um irmão,então o que era?"



"O mundo era um lugar melhor só por saber que Marcus estava nele."



"Honoria ainda estava com ele.
E Marcus tinha a estranha sensação de que sempre estaria."



" - Eu estava pensando que este momento é simplesmente o paraíso.
Ele ficou em silêncio por um instante,depois sussurrou,tão baixo que Honoria não teve certeza se ouvira direito:
- O paraíso não poderia se comparar a este momento."



Bom pessoal,essa foi a postagem de hoje.Espero que tenham gostado da resenha.Não me matem,mas ainda não virei fã da Julia,mas vejo um grande potencial para isso acontecer kkkkkkkk
Esse mês vou continuar lendo o quarteto Smythe-Smith,então se preparem que daqui a pouco tem resenha do segundo livro por aqui também!
É isso então galera,por hoje então é só,espero que tenham tido um final de semana maravilhoso e desejo pra todos vocês um excelente dia dos pais e tenham uma ótima semana!
Não esqueçam de ficar ligados na página do blog pra mais novidades.
Amanhã tô de volta aqui para falarmos de Bienal!
Até amanhã,grande abraço!!

8 comentários:

  1. Oie
    Acho que já te falei isso, esta série não foi tudo que eu esperava, e olha que sou fã da Julia Quinn. Você precisa ler a série Os Bridgertons, é a melhor, eu amoo.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Falou sim,me recomendou muito a começar pelos Bridgerstons,mas calma que eu chego lá kkkkkkkkk
      Beijos!

      Excluir
  2. Oie Claudio
    Eu ainda não li nenhum da Julia Quin,mas tenho vontade de começar com esse .
    Pena que a historia demora para desenrolar, mas tirando isso pela sua resenha parece ser uma otima leitura.

    Beijos
    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Babi!
      Na verdade preferia começar pela outra série dela,mas como já tenho essa completa aqui resolvi começar por esse mesmo kkkkkkkk
      Fiquei com medo de ler Julia Quinn e me decepcionar,mas até que gostei.Depois me conta se gostou!
      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Claudio! Eu amo Os Bridgertons, mas tb gosto muito do quarteto! Meu preferido é o segundo da série, mas Simplesmente o paraíso tem bons diálogos e um gostoso romance.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Gente,mas todo mundo ama Os Bridgertons,acho que preciso ler kkkkkkkkkkkk
      Gostei dos diálogos,principalmente nas partes engraçadas que são sensacionais hahahahhahahaa
      Vou começar o segundo em breve!
      Beijos!

      Excluir
  4. Olá Cláudio
    Oxi nem me fale que no 2 semestre o bicho pega!
    Estou há quinze dias lendo um livro e não consegui terminar:/
    Massssss vamos comemorar 🙌🙌 Eeeeeeeba vc leu JQ!
    Eu sou suspeita para falar porque sou fã de romances de época e da autora.
    Esse não li.
    Mas siiiiim a narrativa da JQ é fluída, simples, cativante, os personagens tem senso de humor e a obra uma pitadinha de mistério/suspense.
    Que fofiiiiiinho esse novo caso de amor leitor & autora hihihi 😍😍
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli!
      E como pega hahahahahhaa
      Sério?Qual livro?
      Pois é,demorou mas finalmente consegui ler Julia Quinn hahahahaha
      Até que pra um estilo que não faz minha cabeça acabei gostando bastante,principalmente pelo lado mais cômico da história e dos personagens.
      O senso de humor é o ponto chave do livro,gostei muito!
      haahahahhahaha tá começando,vamos ver se vai se manter :D
      Beijos!

      Excluir