domingo, 22 de fevereiro de 2015

Impressões Iniciais: A Mais Pura Verdade


Título:A Mais Pura Verdade
Autor:Dan Gemeinhart
Editora:Novo Conceito


Oi gente!!!Tudo bem com vocês?Espero que sim e que o final de semana tenha sido ótimo e vocês tenham aproveitado bastante o carnaval.Sei que no último post eu tinha prometido trazer resenha aqui,mas fiz uma mudança de planos e vou explicar o motivo.Essa semana mais precisamente na quinta feira,cheguei em casa e me deparei com um presente da editora Novo Conceito:uma prévia com os primeiros capítulos do livro A Mais Pura Verdade.Li a sinopse e me encantei pela história,pela capa e pela diagramação e resolvi dar uma lida nesses primeiros capítulos.Resultado:paixão e amor a cada página lida.Então resolvi antes de trazer a resenha de outro título,passar pra vocês minhas primeiras impressões dessa história maravilhosa.






A história fala sobre Mark,um garoto como qualquer um,que tem fixação em montanhas e poemas haicais (espécie de poema que tem sempre 3 linhas e as linhas têm o mesmo número de sílabas) que costuma trocar bilhetes com a sua melhor amiga Jessie nesse formato de escrita.Tudo ia muito bem até Mark descobrir ser portador de câncer.A partir daí sua vida nunca mais foi a mesma.Médicos,dores de cabeça e remédios eram sua rotina.Cansado de tudo isso,Mark decide que o melhor mesmo é morrer,mas antes disso ele precisa realizar seu grande sonho:escalar o monte Rainier,sua obsessão.Tendo esse pensamento,ele resolve fugir de casa levando seu cachorro e companheiro fiel Beau nessa jornada até a montanha.Emoção,angústia,amizade,companheirismo são alguns dos componentes presentes na história.
Grandes desafios aguardam Mark nessa jornada,será que ele vai conseguir?






Antes de falar alguma coisa da história preciso falar da diagramação em si.Como sempre a diagramação dos livros da Novo Conceito está impecável,capa que chama a atenção do leitor e a contra-capa também.
O que gostei muito foi a divisão dos capítulos.Quando a história é contada pelo ponto de vista do personagem principal,os capítulos são divididos normalmente como a gente já conhece (1,2,3.....).Quando a história é contada pelo ponto da vista da Jessie e dos pais do Mark,além das letras serem diferentes,os capítulos são divididos de forma diferente.Exemplo:capítulo 1/2, 2/2, 3/2 e por aí vai seguindo esse modelo.Achei incrível,nunca tinha visto esse tipo de divisão em livros e achei que funcionou maravilhosamente bem.
Falando da história em si,quem lê a sinopse pensa:ah é mais uma história de um garoto com câncer,possivelmente parecido com A Culpa É Das Estrelas (sim,toda história agora que envolve um personagem com câncer as pessoas tem a mania de comparar com a história do John Green).Não gente,não façam esse julgamento,cada história é única.Apesar das histórias envolverem personagens com câncer,são histórias bem diferentes.
Mark,que é o nosso personagem principal,tem uma determinação e uma força de vontade para perseguir seu sonho que chamam muito a atenção.Mesmo com todas as dificuldades da doença,fugir de casa deixando sua vida,ele não hesita em correr atrás do seu objetivo.É impressionante como ele pensa em tudo para a fuga e para o plano de viagem.Lógico que alguns problemas acontecem no meio do caminho,mas isso acontece em qualquer jornada.
O que mais me chamou atenção e me emocionou bastante,foi a relação entre Mark e seu cachorrinho Beau.A gente sabe que cachorros são companheiros inseparáveis e muito carinhosos,mas a gente ler sobre isso,inclusive com as atitudes que Beau toma para defender seu dono e para incentivar ele realmente é de emocionar e se apaixonar.Essa relação entre os dois pelo o que li até agora,foi o ponto alto do livro,tenho certeza que vocês vão se identificar demais com os dois.
Outra situação que chama atenção no livro é o dilema em que se encontra Jessie,a melhor amiga de Mark.Ela acaba descobrindo pra onde ele foi,mas fica a questão:ela deve contar para os pais de Mark ou deve guardar o segredo do seu melhor amigo?Fica a dúvida no ar..........
Pra finalizar,preciso enfatizar a narrativa bem fluida,principalmente a narrativa do Mark a gente nota que é aquela narrativa de uma criança,mas uma criança que aprendeu e sofreu muito na vida e que tem muito a ensinar a todo mundo.






"Mesmo a muitos quilômetros de distância,um amigo ainda pode segurar sua mão e estar ao seu lado" 





"...Ela não suspeitou de nada.Balancei a cabeça e respirei com dificuldade.Como as pessoas são cegas.Essa é a mais pura verdade."





"...A vida é um saco.Essa é a mais pura verdade.Mais uma coisa que eu não entendo:por que todo mundo sempre tenta fingir ser o que não é?





"...Você só precisa chegar até a luz,eu disse a mim mesmo.Era uma coisa idiota a pensar.Essa é a mais pura verdade."





"...Beau era um cão pequeno.Mas tamanho não é documento quando o assunto é defender o dono."





"...Ele choramingou de novo,com a respiração quente no meu rosto.Ele estava em uma  rua escura,numa cidade estranha,longe de seu lar.E estava preocupado só comigo.Ele era meu herói."





"...Ela falava com ele,mesmo através da distância e da tempestade,que molhava e agitava sua janela;conversava por meio do amor que sentia pelo amigo,que estava vagueando só Deus sabe por onde.Ela podia até senti-lo.Esse era o tipo de amizade que tinham.Ela sentia a dor dele.





"... - É como se,sei lá,eu levasse um pedaço de vida comigo.Todas essas coisas acontecem,todos esses pequenos momentos passam por nós e vão embora.Então você vai embora. - Inspirei profundamente e expirei no vidro da janela. - Mas quando você tira uma foto,aquele momento não passa.Você o prende.É seu.Você pode guardá-lo."





"...Não era justo.Estar tão triste e tão confusa ao mesmo tempo.Muita coisa estava em suas mãos,e muitas eram suas emoções.Ela estava perdida.O que uma amiga deveria fazer?Como ajudar quando ajudar e ferir são a mesma coisa?"





"...Isto é o que eu não entendo:por que todo mundo faz um escarcéu tremendo com relação à morte.Morrer e viver.É tudo uma bagunça.Essa é a mais pura verdade.Aquilo me deixava irritado,Um tipo de irritação triste."









Então gente,amei o que li até agora.Amo enredos com histórias mais pesadas mas que ao mesmo tempo mostram uma narrativa leve e envolvente que conseguem prender o leitor a cada página.Recomendo a todos que gostam de uma leitura cativante e emocionante.Excelente dica para presente.
Galerinha por hoje é só,desculpa não ter postado resenha hoje,só que eu precisava dividir com vocês meu amor e encantamento por essa história,mas prometo que no próximo post teremos resenha.
Boa semana!!!Até a próxima!!!

10 comentários:

  1. Bem... realmente, o trabalho gráfico está demais..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novo Conceito se superando no trabalho gráfico mesmo!!

      Excluir
  2. Nossa, eu fiquei louca para ler esse livro *-*

    Com certeza vai para minha listinha! hhahaa

    @psicoseliteraria
    http://psicoselliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahahhahahahaaa
      Achei a história bem emocionante e olha que foram só os primeiros capítulos.Tô doido pra saber o final :D
      Beijos!!

      Excluir
  3. Amigooooooooo, orgulhosa!
    Arrasando no blog! Amei as dicas. Parabéns! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amiga!!!
      Aguardando você tbm fazer o seu hein:
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Olá,
    Eu li as primeiras impressões desse livro em outro blog e gostei bastante. Aparentemente você também. (Eu) não comparo livro algum, pois é super comum existirem livros que abordem o mesmo assunto. Espero poder ler esse livro ainda!
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!!
      É uma história muito envolvente,pelo menos nos primeiros capítulos deu pra perceber isso.Também não gosto muito de comparar,mas às vezes a gente mesmo inconscientemente acaba lembrando de outras histórias relacionadas,mas realmente é super comum encontrar livros do mesmo assunto e óbvio que vamos ver semelhanças,o que diferencia é o modo como cada autor desenvolve isso :)
      Lê sim,depois me fala o que achou.
      Abraços!

      Excluir
  5. Oi Cláudio!
    Quando recebi essa amostra, fiquei me coçando pelo resto. No inicio a gente acha que é mais um livro de um garoto doente e mimimi, mas o autor tem uma escrita leve e tão maravilhosa que a gente esquece tudo o que já leu e acaba se focando somente em Mark e seu cãozinho!
    Não vejo a hora de saber como a história vai acabar!
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!!
      Fiquei apaixonado pela história,tem uma narrativa tão leve e tão cativante que a gente até esquece que o garoto tá doente.Amei o cãozinho!!
      Tô ansioso pelo fim da história também!!
      Beijos!!

      Excluir