terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Resenha:The Game






Título:The Game
Autor:Anders de La Motte
Editora:Darkside
Páginas:272
Tradução:Alexandre Matias e Mariana Moreira Matias





Sinopse:

É só um jogo.Isso é o que pensa Henrik "HP" Pettersson,protagonista da Trilogia The Game,ao aceitar um convite anônimo,via celular,para participar das missões inusitadas pelas ruas de Estocolmo.Mas a cada tarefa cumprida,ele tem a sensação de que a brincadeira está ficando séria demais.Será paranoia?Ou será que HP está realmente caindo numa poderosa rede de intrigas,com conexões que poderiam chegar aos responsáveis pelo assassinato do primeiro ministro sueco em 1986 ou até mesmo aos ataques do 11 de Setembro?
Quem afinal está por trás desse jogo?Você tem coragem de investigar?





Se a realidade é apenas um jogo,então o que é real?









Oi gente!!Primeiro queria pedir desculpas pra vocês.Essas últimas semanas foram bem complicadas porque a carga de trabalho aumentou,mas finalmente agora as coisas ficaram mais tranquilas e aos poucos a gente vai colocando tudo nos seus lugares :)
E hoje tem mais resenha por aqui.Dessa vez o título escolhido foi uma das minhas últimas leituras do ano passado:The Game.
A história começa com HP encontrando um estranho celular dentro do trem.A princípio se trata de um aparelho normal que alguém esqueceu,mas ao olhar mais atentamente na parte de trás do celular está a numeração 128,algo que ele nunca viu.
No processo de analisar o aparelho de repente ele se acende e a seguinte mensagem aparece:Quer jogar?
Pensando se tratar de uma brincadeira,HP depois de muito pensar resolve responder a mensagem aceitando o desafio,Ele só não imaginaria que sua vida a partir daquele momento mudaria radicalmente....
O jogo tem duas regras:não falar com ninguém de fora sobre o jogo e não desobedecer as ordens do Mestre do Jogo.Quebrar essas regras acarretará na expulsão e na desclassificação.Mas seria só isso mesmo?
Tudo ia bem com HP até que ele viola a regra de não contar a ninguém sobre o jogo.A partir daí começa uma rede de perseguição,intrigas,assassinatos.....estão prontos pra lidar com isso?








Esperam uma leitura tranquila?Esqueçam isso.Essa história é caracterizada por realmente fundir a nossa mente e com uma narrativa bem rápida.Por esse motivo se você pretende iniciar essa leitura recomendo ler com muito cuidado,prestando bastante atenção aos detalhes,principalmente nos termos já que a história se passa na Suécia,então demora a nos acostumarmos com os nomes das cidades,ruas e afins.
Mas aí vocês me perguntam:mas Cláudio,o livro é ruim?
Definitivamente não!!!!
Só queria realmente preparar vocês para essa leitura.
HP é o tipo de personagem que não é o típico mocinho,nem o bom rapaz.É um cara que gosta de se manter no submundo,preguiçoso.Sua vida começa a mudar quando ele acaba aceitando o desafio.A cada tarefa cumprida,mais dinheiro ele ganha,mas aos poucos o dinheiro vai se tornando secundário pra ele.Fama e reconhecimento vão tomando conta da sua mente e ele só pensa em atingir o primeiro lugar.
Paralelamente temos a narrativa de Rebecca,uma policial que é responsável por seu irmão e tem um passado obscuro que constantemente bate em sua porta.
Em determinado momento a história de HP e Rebecca acaba se juntando e eles vão ter que trabalhar juntos em busca de um objetivo em comum.
Em ambos pontos de vista,temos uma narrativa bem ágil,com muita coisa acontecendo e muita informação sendo passada para o leitor o tempo todo o que não nos deixa ficar entendiados com a história.







Em alguns momentos,a história chegou a me lembrar da franquia de filmes Jogos Mortais,não pelo lado terror,mas por ter toda essa situação de vamos jogar um jogo,mas os conceitos são bem diferentes.
Esse livro além de ser um suspense alucinante,nos faz pensar,elaborar teorias,confunde nossa mente e posso afirmar:depois dessa leitura vocês verão o mundo com outros olhos.
Pra mim essa narrativa bem rápida e com muita informação funcionou,mas realmente não é todo mundo que gosta de livros assim ou até mesmo quem gosta pode sentir dificuldade no início,mas não desistam porque vale muito a pena.
Senti bastante dificuldade com os termos locais,nomes de ruas,monumentos,cidades,referências....fiquei um pouco perdido com isso,mas não chegou a prejudicar minha leitura,só demorei um pouco pra me situar.
Com relação aos personagens,aos poucos vamos vendo que todos tem um passado obscuro e não tem heróis propriamente ditos.Achei interessante isso,pois não ficamos tão apegados a torcidas para um lado ou outro,simplesmente vamos descobrindo os personagens conforme o autor vai revelando detalhes do passado deles.
E o final.....gente por que os autores querem acabar com a gente nesses finais?kkkkkkkkkk
Tudo bem que eu tinha uma desconfiança,mas mesmo assim!Só digo que o final vai fazer vocês quererem ir para o próximo imediatamente!







"Então, o que aconteceria agora?
A luz de LED começou a piscar."



"Consciência culpada",ele havia dito com um sorriso irônico.Não ser capaz de viver à altura das expectativas"



"Procure pelo significado da palavra jogo e você vai entender o que estou querendo dizer!"








Galerinha adorei resenhar esse livro por aqui!Foi uma das minhas melhores leituras de 2015 e não via a hora de trazer minha opinião aqui.
Não é o tipo de livro que eu acho que todos vão gostar,mas apostem nele,tenho certeza que vocês irão se surpreender!Esse é o primeiro livro de uma trilogia,por enquanto aqui no Brasil tem os dois primeiros publicados,
Ah preciso nem falar que essa edição tá um luxo né.Padrão de qualidade Darkside como sempre!
Pessoal por hoje é só,espero que tenham gostado,nos vemos na próxima postagem no fim de semana!
Grande abraço!!

2 comentários:

  1. Olá,
    Apesar de gostar da capa e d catalogo da DarkSide não tenho muita vontade de ler esse :/. Apesar, adorei a resenha!
    Leitura Fora De Série

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guilherme!
      Poxa que pena,mas que bom que gostou da resenha!
      Abraço!

      Excluir