domingo, 9 de outubro de 2016

Resenha:Fábrica de Vespas



Título:Fábrica de Vespas
Autor:Iain Banks
Editora:Darkside
Páginas:240
Tradução:Leandro Durazzo


Sinopse:

Frank – um garoto de 16 anos bastante incomum – vive com seu pai em um vilarejo afastado, em uma ilha escocesa. A vida deles, para dizer o mínimo, não é nada convencional. A mãe de Frank os abandonou anos atrás; Eric, seu irmão mais velho, está confinado em um hospital psiquiátrico; e seu pai é um excêntrico sem tamanho. Para aliviar suas angústias e frustrações, Frank começa a praticar estranhos atos de violência, criando bizarros rituais diários onde encontra algum alívio e consolo. Suas únicas tentativas de contato com o mundo exterior são Jamie, seu amigo anão, com quem bebe no pub local, e os animais que persegue ao redor da ilha.
Abandonado à própria sorte para observar a natureza e inventar sua própria teologia – a maneira do Robinson Crusoé de Daniel Defoe –, Frank desconhece a escola e o serviço social, já que seu pai acredita na educação “natural”, recomendada pelo filósofo do século XVIII Jean-Jacques Rousseau e apresentada em seu romance Emílio, ou Da Educação (1762), que sugere que as crianças devem crescer entre as belezas da natureza, permitindo que elas se deleitem com a flora e a fauna. A natureza humana seria boa a princípio, mas corrompida pela civilização. Quando descobre que Eric fugiu do hospital, Frank tem que preparar o terreno para o inevitável retorno de seu irmão – um acontecimento que implode os mistérios do passado e vai mudar a vida de Frank por completo.





"Esse é o placar até agora.Três.Não mato ninguém há anos,e não pretendo fazer isso de novo.Foi só uma fase pela qual passei."


E aí leitores!!Ficaram todos bem e aproveitaram esse fim de semana?Espero que sim!E pra finalizar esse domingo e iniciar bem a semana,temos resenha.E o livro escolhido de hoje é um livro pesado,forte,brutal.Trata-se de Fábrica de Vespas do autor Iain Banks.
De cara já temos um grande diferencial:a história é narrada pelo ponto de vista do próprio Frank,um potencial serial killer que gosta de matar e torturar animais.
Ele vive em uma ilha com seu pai,que tem a estranha mania de querer saber a medida de todos os objetos dentro de casa e faz questão que seu filho também saiba.
Sua vida na ilha não é aquele mar de rosas,mas segue um padrão que o próprio Frank já está acostumado,porém esse cenário muda quando seu irmão Eric foge do hospital psiquiátrico e começa a telefonar constantemente para a casa,sem falar com o pai,dizendo que vai voltar e está a caminho.
A partir daí nosso personagem fica extremamente preocupado com as consequências que existirão assim que Eric voltar para casa,mas nesse meio do caminho ele percebe que seu pai está com um comportamento mais estranho que o normal,bebendo demais e desaparecendo por horas e horas sem dizer onde vai.Alguns segredos são escondidos sobre o passado da ilha,de Eric e do próprio Frank.Quais consequências esses segredos terão na vida deles? 
Estarão todos preparados para revelações chocantes?




Então gente,alguns avisos:quem não gosta de leituras fortes,com descrições bem pesadas e palavrões,essa leitura não é pra você.
Nós temos mortes,sangue,tortura,sexo....sem filtro por parte do autor.
O autor não poupa os leitores dos detalhes mais chocantes,descrevendo com minúcia cada cena.
O livro em si não é uma leitura fácil.É extremamente descritivo,com poucos diálogos,muitos pensamentos do Frank e descrição sempre.É como se o leitor estive de fato enxergando os fatos pelos olhos do nosso protagonista.Um exemplo disso é a cena onde ele está caçando um coelho.Não vou dar mais detalhes para não estragar a emoção da leitura.
Nosso personagem já matou pessoas e não tem vergonha de admitir e muitos menos de contar,sendo muito minucioso,se preparem.
A narrativa em primeira pessoa proporciona isso,o que é muito legal porque vamos descobrindo as coisas juntamente com ele.Tem o lado negativo também,porque Frank é um garoto extremamente solitário,a maior parte da história é ele sozinho com seus pensamentos e planos.Isso acaba tornando o ritmo da história um pouco lento pra quem não está acostumado.
Por esse motivo é extremamente importante prestar bastante atenção aos detalhes da história para não se perder ou achar a leitura chata.
O mistério é bem construído,ele vai indo para um lado,o leitor acha que ele vai seguir aquela linha,aí da metade para o final o autor muda completamente o foco e a gente fica:como assim?
Por isso é praticamente impossível descobrir o final com antecedência.
Em nenhum momento passou pela minha cabeça o segredo de fato da história.
Pensei em tudo,menos no que de fato era.Acreditem,minha cabeça deu um nó completo aqui!
Ponto positivo para o mistério e surpresa.
A construção dos personagens foi bem interessante.A personalidade de Eric é tipicamente louca e psicótica e até o próprio irmão tem medo disso,apesar de gostar muito dele.
O pai deles também é envolvido por muito mistério,com uma personalidade meio maluca também,mas que desde o início já faz com que o leitor desconfie que ele sabe de algum segredo.
O ponto negativo,pelo menos pra mim,fica só por conta mesmo da velocidade da leitura.Ela é bem lenta,de extrema paciência,mas que no final acaba valendo super a pena.
Um livro visceral que vai fundir a mente do leitor,com um suspense inacreditável e inovador que deixará a todos de boca aberta e se questionando muitas coisas.
Recomendo bastante!!



"Eu pensava ser o único assassino da família,mas o velho Eric me passou para trás nessa,matando a própria mãe antes mesmo de respirar.Ele não tinha intenção,é claro,mas não é sempre que a intenção vale."



"A interpretação óbvia era que Eric tacaria fogo em alguns cachorros,mas eu já sabia bem como a Fábrica funcionava para considerar aquilo como definitivo.Eu suspeitava que haveria algo mais."



"Era um pouco arriscado,claro,fazer a mesma pergunta duas vezes,mas pensei que circunstâncias excepcionais exigiam aquilo,e a Fábrica era minha,no fim das contas."



"Nossa vida são símbolos.Tudo que fazemos é parte de um padrão que,pelo menos em parte,decidimos."



"Restrinjo meus horizontes pelas minhas próprias e boas razões;medo - ora,claro,admito - e uma necessidade de segurança diante de um mundo que,por acaso,me tratou com bastante crueldade,numa idade em que eu sequer tinha meios de revidar."





É gente,foi uma leitura difícil,intensa,surpreendente e de pirar a cabeça.Não tentem adivinhar o final,é praticamente impossível hahahahahahahaa
Se deixem perder pela emoção e pelo suspense da leitura.
A edição está primorosa como qualquer edição da Darkside,capa dura e diagramação impecável,vale muito a pena adquirir tanto pela história quanto pela edição.
Então é isso gente,espero que tenham gostado da resenha.
Alguém já leu?Comente aqui o que achou :D
Até a próxima!
Grande abraço!!

4 comentários:

  1. uauuu!! que livro hein?? sua resenha ta perfeita!!
    vou comprar esse livro com certeza.
    abraços.
    seguindo^^
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/2016/10/resenha-espia.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day!
      Só digo uma coisa:intenso kkkkkkkkk
      Ahhhhhhhh adorei que gostou!!Vem mais resenha por aí kkkkkkkk
      Depois me diz o que achou da leitura.
      Abraços!

      Excluir
  2. Oie
    Nossa, que livro é esse?? Você me deixou muito curiosa, e quero saber o final hehehehe. Adorei sua resenha.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa!
      Não é,super impactante e forte!
      Se prepara que o final é inacreditável kkkkkkk
      Obrigado!Depois me diz se gostou do livro :)
      Beijos!

      Excluir