domingo, 13 de novembro de 2016

Resenha:Jogo Perigoso



Livro:Jogo Perigoso
Autor:Stephen King
Editora:Suma de Letras
Páginas:336



Sinopse:

Solidão, dificuldade de se comunicar e de se locomover e traumas da infância. Estes são os temas fundamentais de Jogo perigoso. Jessie e Gerald estão tendo problemas no relacionamento. Na tentativa de dar nova vida a seu casamento, viajam para uma região isolada no Maine. Mas um jogo de sexo acaba se transformando em prelúdio para uma noite de horror.

Durante o jogo, Jessie é acorrentada à cama, e, subitamente, Gerald morre diante de seus olhos. Está presa e logo percebe que não há chance de alguém ouvir seus gritos. É nesse momento que, impotente e acompanhada apenas do cadáver do marido, vê todos os seus maiores medos ressurgirem para torturá-la.



Realidade e devaneio se misturam.Quem estará certo?





Ei pessoas!!Tudo bem com vocês?Hoje é dia de mais uma resenha e não é qualquer resenha:trata-se de um livro do King e de um livro que me deixou bem agoniado:Jogo Perigoso.
Já estou atrás dele há muito tempo,sempre estava muito caro e eu acabava não comprando.Dessa vez consegui um desconto bem legal nele e não podia deixar de levar.
Aqui nós temos a história de Jessie,uma mulher que é coberta de mágoas e traumas de um passado que ela deseja esquecer.
Em busca de salvar seu casamento com Gerald,eles resolvem ir para sua casa no lago de uma região bem isolada no Maine ( o mesmo Maine,marca do King já).
Numa noite Gerald resolve apimentar sua vida sexual e resolve acorrentar sua esposa durante o relacionamento.
Tudo daria muito certo,mas Jessie não estava muito afim desse jogo e tentava convencer seu esposo disso,mas um desejo animal (sua personalidade era bem agressiva) tomava conta dele,dando sinais que não iria desistir.Sendo assim ela fez a única coisa sensata:começou a se debater violentamente,até que acaba acertando seu marido no peito,ocasionando um ataque cardíaco nele.
Grande problema:ela ainda está acorrentada e as algemas não dão sinais de que irão se soltar e a chave se encontra bem distante dela.
Muitos terrores estão à espera de Jessie,será que ela conseguirá escapar?



Comecei a leitura dele sem muita expectativa.Li alguns comentários sobre ele não muito bons,inclusive ele é considerado um dos piores do autor.Mas não sei,algo me dizia que eu iria gostar.
Motivo::a história se passa dentro de um quarto com uma protagonista presa por algemas sem se mexer,então aí veio minha curiosidade:como o autor vai conseguir desenvolver essa história por mais de 300 páginas só nesse cenário?
Lógico que quando se trata de King não devemos duvidar de nada.
Ele navega entre o passado da nossa protagonista,nos mostrando alguns traumas e entre o presente,criando situações dentro daquele quarto onde a trama vai sendo desenvolvida.Como é a própria Jessie que narra,sentimos todo o medo e tensão que emanam dela.O mínimo barulho já é o suficiente pra ligar aquele sinal de alerta na cabeça dela e dos leitores.E logicamente com todo o brilhantismo do autor,ele vai colocando esses barulhos,essas pequenas coisas de uma forma que nos deixam agoniados de verdade.
Se vendo sozinha,ela conversa com algumas vozes em sua cabeça,a Esposa Perfeita que é como ela acha que deveria ser e Ruth,uma antiga amiga.
Quando ele vai para o passado da Jessie,vemos alguns fatos importantes que vão nos dando uma ideia melhor sobre algumas coisas dentro da história (não vou falar mais pra não dar spoiler).


O que dizer gente?Não é uma leitura fácil,demorei umas duas semanas pra terminar.Ele é cheio de descrições e divagações,talvez por isso muita gente não tenha gostado.Só que vale muito a pena.Como só temos um cenário pra história,tem que haver descrições e divagações sim,só que tem que ser feito com inteligência,algo que o autor fez muito bem.
E o lado psicológico tanto dos personagens quanto dos leitores é algo brilhante nesse livro!De fato ficamos muito envolvidos na maioria das situações.
A transformação de Jessie também é algo feito de forma sutil,aos poucos e sendo acelerada exatamente no momento certo.É impressionante como King consegue ter o domínio sobre os personagens.
Algumas coisas me incomodaram:eu entendo que muitas descrições tenham que ter sido feitas,mas em certo ponto isso tornou o desenvolvimento um pouco lento,arrastado,mas não foi em todo o livro,menos mal.Outra situação:achei que pelo menos no final veríamos a amiga Ruth aparecendo,mas não foi o que ocorreu.
Falando em parte final.....que final!!
Não é um final de todo fechado,o que deixa o leitor com aquela pulga atrás da orelha hahahahhaha
Em resumo gente,temos aqui uma trama com mortes,arrependimentos,traumas,superação,medo (muito medo),suspense,agonia e dúvidas.
Tudo isso bem ao estilo do mestre.Não é dos melhores livros dele,mas está muito longe de ser o pior.Não considero terror,considero mais um thriller e um thriller surpreendente!
É uma ótima escolha pra que quer começar a se aventurar no gênero.


"A maioria das pessoas associa o ato de contar até dez com o esforço de manter a calma,dissera Nora,mas o que essa contagem realmente faz é nos dar uma chance de registrar os nossos marcadores emocionais..."


"Não se preocupe - respondeu - Vou tentar - juro que vou.Mas às vezes é bom conhecer as dificuldades a enfrentar.Acho que,às vezes,faz diferença."


"Algumas verdades eram duras demais para serem aceitas.Injustas demais."


"Quer mudar o passado,mas o passado é passado - ao tentar mudá-lo ela descobre que é o mesmo que levantar a casa por um canto e procurar embaixo dela coisas que se perderam,esqueceram ou esconderam."



Então gente,gostaram da resenha?Muito tempo que não resenhava algo do King,deu saudades hahahhaahahah
Pra quem não sabe uma das minhas metas é ter todos os livros dele,quem sabe consigo.
Foi uma leitura intensa e que só me mostrou mais uma vez o porquê sou fã do cara.
É isso pessoal,por hoje é só,nos vemos na próxima postagem.
Grande abraço e boa semana pra vocês!

8 comentários:

  1. Cláudio, meu camarada, parabéns pelo blog. Para um autor que escreveu nada mais nada menos do que "Carrie, a estranha" não me surpreendo de ler que tenha gostado também desta história.

    King é P-H-O-D-A! rsrs

    Por sinal, sou escritor iniciante, com um livro publicado, e tenho um blog onde posto alguns trabalhos meus, dentre eles contos e crônicas. Criei-o semana passada. Se quiser conhecê-lo, acho que vai gostar desse conto em particular: http://robertocamilotti.blogspot.com/2016/11/conto-quilometro-cinza.html - Me diz se gostou da história, valeu?

    Ainda sobre seu blog, estou seguindo.

    Um abraço; desde já, agradeço a atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Rob!
      Valeu cara,ótimo ver você por aqui!
      King é mestre,o cara manda muito!
      Que legal!Lógico que vou passar por lá,pode deixar que lerei sim e te digo o que achei do conto :D
      Boa sorte!
      Abraço!

      Excluir
  2. Oi, Claudio!
    Menino, eu morro de medo de ir no Maine e não voltar mais hahaha Tudo culpa do King.
    Apesar de ser fã, não sei se leria esse. Eu tenho probleminhas com livros que divagam demais.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza!
      Não é?Toda vez que eu vejo alguém falando em Maine já lembro do King e fico com medo kkkkkkkkkkk
      Vale a pena ler,depois que passa pela parte da divagação você vê que é uma história muito boa e como o King foi brilhante no trabalho com os personagens.
      Beijos!

      Excluir
  3. oi amore! Uau, que livro!! Coloquei agora em minha lista de desejos.
    Não conhecia o enredo desta obra, foi ótimo saber mais.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      Se prepara que é uma leitura bem angustiante kkkkkkkkk
      Assim que li o enredo dele pela primeira vez fiquei louco pra ter o livro!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi, Cláudio, tudo bem?
    Esse livro me chamou muito a atenção. Não entendo por que acham que é o pior dele, já que há somente um cenário e o autor é um mágico para transformar isso em obra de arte.
    Não li o livro, mas gostaria muito para poder tirar minhas próprias conclusões.
    Abraço!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo!Tudo ótimo e você?
      Juro que também não entendo,o cara trabalhou essa história muito bem levando em consideração que temos só um cenário na trama.
      Leia sim,se prepara porque é uma leitura angustiante,você vai sentir tudo o que a personagem está sentindo e sofrer junto kkkkkkkk
      Abraço!

      Excluir