quarta-feira, 28 de março de 2018

Resenha:Flores Partidas


Livro:Flores Partidas
Autora:Karin Slaughter
Páginas:400
Editora:Harper Collins Brasil
Tradução:Carolina Caires Coelho


Sinopse

Irmãs. Estranhas. Sobreviventes. 
Quando Lydia contou para a irmã que o cunhado havia tentado estuprá-la, Claire não acreditou. Dezoito anos depois, porém, tudo o que Claire achava saber sobre o marido se prova uma mentira. Quando vídeos escondidos no computador de Paul mostram uma face terrível do homem que ela julgava conhecer, Claire percebe que o drama de sua família tem muitas camadas, que precisarão ser descobertas antes que a assustadora verdade por fim venha à tona.



Oi gente!Como vocês estão?Vamos conversar sobre um thriller que me surpreendeu em alguns aspectos e que foi muito comentado ano passado:Flores Partidas,da autora Karin Slaughter publicado aqui pela editora Harper Collins.Me arrependi de não ter comprado o livro na Bienal e aproveitar para pegar o autógrafo com a autora,mas tudo bem.


Aqui nós temos três pontos de vista:o da Lydia,o da Claire e das cartas do pai das duas falando sobre o desaparecimento da irmã delas,Julia.
Claire e Lydia não se encontram há muito tempo.Tudo porque há alguns anos atrás Lydia acusou o marido da irmã de tentativa de estupro.Para Claire tudo não passa de inveja e consequência do uso de drogas pela irmã,então acaba se afastando dela.
Anos depois,ambas seguem caminhos diferentes.Claire continua casada com Paul,com uma vida estável e com um casamento considerado modelo.
Lydia conseguiu se livrar do vício nas drogas e agora tem uma filha.O destino irá se encarregar de colocar as irmãs frente a frente.
Paul acaba morrendo numa tentativa de assalto.Após a morte do marido,Claire acaba localizando no computador dele alguns vídeos estarrecedores que em nada tem a ver com o exemplo de marido que ela conhece.Ou achava conhecer.
Ela acaba se perguntando:até que ponto a história que Lydia contou anos atrás era mentira?
Será que Paul era o marido que ela conhecia?
Não tem outro jeito,Claire precisa procurar a irmã e buscar respostas.
Só que isso pode ser muito mais perigoso do que imaginam....




Comprei esse livro em promoção junto com outro livro da autora.Saiu super barato e eu não pude deixar de aquirir,até pelo fato das resenhas que li sobre ele terem sido muito positivas.E claro,é um thriller,então não pude deixar de conferir.
Aqui temos uma personagem que não é muito confiável para o leitor.Lydia passou por uma barra pesada com o desaparecimento da irmã Julia.Ela não soube lidar bem com isso,então as drogas foram a sua forma de tentar sobreviver.Então tudo o que aconteceu nesse período em que ela usava drogas,inclusive a acusação dela contra o marido de Claire é questionável.
Isso deixa Claire convencida de que tudo o que sua irmã conta não passa de mentira e invenções da sua própria cabeça.
A questão é que após Claire ter achado alguns vídeos perturbadores no computador do marido,ela não sabe bem se sua irmã estava alucinando ou não.E até mais ou menos a metade do livro a autora vai levando o leitor com essa dúvida.


Outra questão:os vídeos no computador do Paul.Sua esposa está convicta que os vídeos não são do seu esposo,não entende o que eles estão fazendo lá.Esse é um questionamento que a autora vai conduzindo ao longo da história.Em algumas partes vamos achando que os vídeos são do marido sim,em outras temos certeza que não.
Essa dúvida que a autora provoca no leitor é ótima para o desenvolvimento de um bom thriller.Desconfiar de tudo e de todos,analisar as possibilidades,tentar entender o que é real e o que não é....o tempo inteiro somos levados a isso.


No início vamos achando que a história é mais do tipo conflito familiar do que qualquer outra coisa,mas aos poucos vamos vendo que não é bem assim.Coisas sérias aconteceram e estão acontecendo e precisamos entender junto com as duas protagonistas o porquê disso.
A narrativa da autora é muito instigante.A cada detalhe que vamos descobrindo,vamos sendo levados a uma nova descoberta e a novas teorias.E temos uma reviravolta impressionante lá pela metade do livro que vai fazer todo o sentindo para que possamos ligar os pontos e fazer todo o sentido no final.
Além de instigante,a escrita da Karin é bem forte e provocativa.Por que digo provocativa?Porque ela provoca o leitor mesmo,faz a gente ficar incomodado com vários acontecimentos.
Inclusive ela não poupa as descrições das situações.Elas são pesadas,são fortes,que de fato conseguem despertar inúmeras emoções no leitor e como disse,gera o incômodo e o desconforto para quem lê.


A autora consegue demonstrar bem claramente a violência contra a mulher.E não só a violência,a humilhação que as mulheres passam até em pequenas situações no dia a dia e que infelizmente a sociedade considera normal.
Pra quem não está acostumado a ler esse tipo de thriller fica o conselho:as cenas são bem pesadas,com sexo e violência presentes ao longo da leitura.
Em primeiro momento podemos até achar que a autora colocou dessa forma para polemizar,mas na minha opinião achei que não.Ela quis mostrar o que de fato acontece dentro da história que ela criou.Poderia ser uma história acontecendo com qualquer pessoa comum,infelizmente.Então pra mim ficou dentro do contexto do livro.A proposta,acredito eu,tenha feito o leitor realmente se sentir desconfortável,porque é pra gente se sentir assim mesmo.Sem falar que ela brinca com a verdade e a mentira como se fosse um jogo de tabuleiro de forma magistral.


Os personagens são manipulados por várias pessoas e até por si mesmos,para acreditar no que eles acreditam.Ela nos mostra o lado destrutivo do ser humano,até onde somos capazes de ir para conseguir o que queremos.Isso me deu medo.
O suspense foi muito bem conduzido,sem exageros de informações.A autora foi nos dando as peças de uma forma direta e o leitor tem que construir esse quebra cabeças e até mesmo reconstruir ao longo da história,afinal,uma peça no lugar errado pode alterar completamente nossa percepção dos fatos e nos fazer ter o entendimento equivocado.
O ritmo no início é um pouco lento,mais pra dar tempo do leitor se adaptar a história,mas o ritmo melhora bastante mais pra frente,principalmente quando as irmãs se encontram (não é spoiler,acreditem).A investigação acelera bem depois de alguns acontecimentos e principalmente depois de uma descoberta inesperada.
Segredos,tramas,passado,presente,futuro,real,mentira....isso é um pouco do que podemos encontrar nesse thriller de tirar o fôlego.
Lembrem-se:nem tudo é tão real que não possa ser mentira e nem tudo é mentira que não possa ser real.


Então gente,gostaram da resenha de hoje?Espero demais que sim.Me surpreendi bastante com essa leitura principalmente pela intensidade com que a autora coloca em cada acontecimento e pela coragem de mostrar o peso de cada parte dessa trama que é repleta de intriga e mistério.E claro,fica o alerta da autora sobre a violência sofrida pelas mulheres.Temos que nos incomodar com isso sim,temos que denunciar sim!
Galerinha então por hoje é só,espero que tenham curtido.Não esqueçam de comentar o que acharam!
Nos vemos na próxima postagem!
Grande abraço!

2 comentários:

  1. Adorei a resenha!
    Estou louca para ler ess livro desde que baixei na amazon " A garota dos olhos azul" que onde a julia conta a história dela.
    Ai fui pesquisar e descobri que esse era a continuação.
    Imagino que o livro seja bem intenso menos, e ela aborda temas super importantes atualmente.

    beijos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nicole!
      Obrigado,fico feliz que tenha gostado :)
      Ainda não consegui ler esse e-book,mas pretendo ler logo.
      O livro é forte,as descrições são fortes,mas é o tipo de história necessária,um alerta para os dias de hoje.
      Super vale a pena a leitura.
      Beijos!

      Excluir