quinta-feira, 26 de abril de 2018

Resenha:Jogo de Espelhos


Livro:Jogo de Espelhos
Autoras:Cara Delevigne e Rowan Coleman
Páginas:304
Editora:Intrínseca
Tradução:Alice Mello


Sinopse

Naomi, Rose, Leo e Red são adolescentes enfrentando aquela fase em que se relacionar no colégio é tão difícil quanto encarar os próprios problemas. Red tem uma mãe alcoólatra e um pai ausente; o irmão de Leo está na prisão; Rose usa sexo e drogas para mascarar traumas antigos e Naomi se esconde atrás de peruca e maquiagem pesada. 
Quatro adolescentes tão diferentes viram melhores amigos quando são obrigados a formar uma banda. O que era uma tarefa chata vira a famosa e popular Mirror, Mirror. Através da música, eles encontram um caminho para encarar o mundo de outra forma. 
Mas tudo desmorona quando Naomi some misteriosamente e é encontrada, dias depois, entre a vida e a morte. O acidente desestrutura a banda e, consequentemente, a vida de todos. A sólida relação de amizade que eles achavam estar construindo tinha uma rachadura, e tudo o que restam são dúvidas e vazios. O que aconteceu com Naomi? Foi um acidente ou um ataque? Por que ela fugiria e deixaria a banda para trás? Por que esconderia segredos dos seus melhores amigos? Para desvendar o mistério por trás dessa história, Red e os amigos entram em uma investigação que vai desenterrar seus próprios segredos obscuros e fazê-los confrontar a diferença entre o que eles realmente são de verdade e a imagem que passam para o mundo.
Em seu romance de estreia, a modelo e atriz Cara Delevingne revela mais um talento ao apresentar um olhar fresco e sagaz sobre questões atuais da juventude: amizade, bullying, identidade, gênero, transtornos emocionais, a influência perigosa das mídias sociais nas relações e o poder destruidor da imagem.



Oi gente!Como vocês estão?Esses últimos dias fiquei um pouquinho ausente,porque essa semana foi bem tensa no trabalho,mas faz parte.Mas o importante é que estamos aqui de volta!
E quero compartilhar com vocês hoje o que achei de um livro que posso dizer que se tornou um dos meus preferidos do ano até agora,sem dúvidas.
Jogo de Espelhos é o livro de estréia da Cara Delevigne (pra quem não lembra,ela fez a Margot no filme Cidades de Papel) em parceria com a Rowan Coleman,publicado aqui pela editora Intrínseca.



Aqui vamos ter a história de Naomi,Rose,Leo e Red.Os quatro são amigos,estudam juntos e que por conta de uma tarefa escolar eles acabam formando a banda Mirror,Mirror.
Os quatro possuem problemas pessoais e sofrem para se adaptar à escola.Tudo ia relativamente bem,até que Naomi desaparece misteriosamente e aparece dias depois inconsciente,ficando em coma.
Com esse fato,se inicia uma procura por respostas:o que realmente aconteceu com Naomi?
Nessa busca por respostas,os problemas pessoais de cada um vão se aflorar e provocar conflitos cada vez maiores entre eles e expor situações cada vez mais dramáticas e perigosas.
Será que é possível descobrir o que aconteceu com Naomi,resolver os problemas e mesmo assim manter a união entre eles?


O que você vê quando se olha no espelho?


Primeiro de tudo:não tinha nenhuma expectativa com esse livro.Comprei ele por dois motivos:o preço (comprei por R$9,90) e porque sou fã da Cara Delevigne.Fiquei curioso pra ver como ela ia se sair no mundo literário.
Resultado:livro lido em um dia e diversas lições tiradas da história.


"Mas isso aqui é real.Isso aqui é terror de verdade.E é assustador pra cacete."


Pra começar,a história é contada pelo ponto de vista de Red,que tem uma mãe afogada na bebida e um pai ausente.Ou seja,uma família completamente desestruturada.Sua irmãzinha é quem consegue ser a maior preocupação de Red.
Mesmo com esses problemas,Red tenta ser a pessoa racional dentro de casa e fora dela,tentando fazer o melhor possível para a sua vida.
Detalhe:vamos lendo página por página,até que chegamos a um determinado momento que vamos nos perguntar uma questão a respeito de Red.Não vou falar pra não perder a graça kkkkkkkk
A autora vai nos dar essa resposta,mas o mais importante é o que ela quis dizer com isso.
Ao longo da história vamos nos deparando com diversas situações onde a autora consegue quebrar diversos paradigmas e falar de alguns temas polêmicos e fortes de um jeito repleto de personalidade sem enganar o leitor.A verdade está ali,pode doer,pode ser cruel,mas infelizmente é a verdade.
No início do livro fui achando a história muito parecida com os livros do John Green.Talvez a autora tenha pedido algumas dicas a ele,porque consegui reconhecer a característica de muitos personagens do autor nesse livro,mas ao mesmo tempo pude ver o toque da Cara.


"Foi isso que conseguimos no último ano,um motivo para viver,coisa que antes basicamente não tínhamos.Nós somos o motivo de cada um."


Os personagens são jovens,porém passando por muitos problemas e buscando na música a força pra seguir em frente.E ver o amadurecimento de cada um deles no decorrer da história é emocionante,principalmente no sentido da superação.
Leo por exemplo,tem inúmeros problemas com o irmão que tem envolvimentos obscuros e perigosos,Rose tenta se fazer de forte e manter aquela pose de durona,mas no fundo é muito mais frágil do que se imagina.Eles não são perfeitos,pelo contrário.A Cara não se preocupou em criar personagens modelos e clichês,pelo contrário,eles são adolescentes que passam por uma barra real na vida.E cada situação dessas vai moldando a forma de agir e pensar deles.
O suspense,a busca por respostas...tudo isso foi bem tramado e conduzido,envolvendo o leitor numa atmosfera tensa e dramática,que em alguns pontos pode chocar


"Estamos muito acostumados a ter amizades virtuais boa parte do tempo.É tão natural para nós que às vezes esquecemos que existe um coração por trás de cada avatar."


A construção do pano de fundo da história foi  simples,mas ao mesmo tempo muito real.Dá pra se sentir a atmosfera ao longo da trama.Cada descoberta sobre o que aconteceu com Naomi vai levando a mais uma peça que envolve não só Naomi,mas outras pessoas.Vamos desatando os nós pouco a pouco até que no final sobre apenas um fio,mas um fio que dependendo do ponto de vista e de como será conduzido pode ser mais resistente ou não.
Apesar dos temas fortes,a autora teve sensibilidade pra abordar cada um deles.Não sei se ela passou por alguma experiência dessas retratadas no livro ou se conhece alguém que passou,mas a sensação que me deu é que ela sabia por experiência própria do que estava falando.
Pra finalizar,ficam as lições e o aprendizado.Saber prestar atenção no próximo,se preocupar em saber se está tudo bem,saber ouvir e interpretar os sinais.Nem todo mundo fica confortável em contar as coisas,mas quando alguém detecta que tem algo errado,a probabilidade da pessoa contar os seus problemas e buscar ajuda é muito grande.
Outra coisa:nem sempre quem parece que está do seu lado está verdadeiramente do seu lado.Às vezes essa pessoa pode ser justamente o motivo principal dos problemas.


"Quando você descobre algo tão devastador quanto aquilo,o que pode fazer em seguida?Como viver o segundo seguinte,e o próximo,sem perder toda a noção do mundo ao redor?"


Só posso dizer:foi uma leitura que mexeu demais comigo,me fez refletir bastante em quanto podemos ser manipuláveis quando estamos fragilizados e é justamente por isso que não devemos ignorar a tristeza de ninguém e nem a nossa.
O envolvimento com o liro foi tanto que os problemas dos personagens pareciam ser os meus,os questionamentos que eles tinham pareciam ser os meus...adoro quanto isso acontece,Significa que do início ao fim houve conexão.Sei que talvez a autora não tenha sido mirabolante com a história e de fato não foi,não é o melhor livro do mundo e eu tenho consciência disso,mas pra mim por tudo o que consegui captar dessa leitura,acabou sendo um dos melhores livros do ano até agora.Me surpreendi positivamente e espero demais que a Cara nos presentei com outro livro assim.
Mais que uma história de descobertas,é uma história de amizade e superação,com diversas referências musicais e que com certeza promete emocionar e conquistar o coração dos leitores.


Então gente,gostaram da resenha de hoje?Espero demais que sim.Amo falar dos livros que me surpreendem e que se tornam queridinhos da estante e favoritos da vida,o que foi o caso desse.Mesmo sabendo que ele não é genial em si,ele foi genial pra mim e isso me deixou feliz demais!Fiquei ainda mais fã da Cara Delevigne.Ela conseguiu achar o time de como falar de literatura YA para jovens,sem dúvida.
Bom gente por hoje então é só,espero que tenham curtido.Não esqueçam de comentar o que acharam,se já leram o livro......
Vou indo nessa,nos vemos na próxima postagem!
Grande abraço!

6 comentários:

  1. I think this book should be awesome,thanks for sharing..

    https://clicknorder.pk online shopping in pakistan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hi Sophi!
      Yes,this history is awesome and strong,makes me feel completaly inside the book.
      Kisses!

      Excluir
  2. Oi Claudio, muito interessante a história, Eu já tinha ficado interessada no livro na época do lançamento, mas já tinha esquecido. Muito bom vc me lembrar, vou definitivamente colocar na lista de leitura. Parece ter um bom suspense!

    BJs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Gostei demais dessa história.Não imaginava tantos sentimentos dentro de poucas páginas.
      Lê sim,quero ver sua resenha dele!
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá Cláudio
    Fiquei super curiosa com esse livro, além de eu gostar do gênero YA e tb muito da Cara Delevigne, a sutileza e delicadeza dela em tratar temas fortes com sensibilidade.
    E esse preço amigo heim????
    Com certeza quero ler, vai para a lista dos desejados e vou favoritar a resenha aqui.
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli!
      Fiquei mais fã ainda da Cara com essa história.Sabe quando a história te toca,mesmo você sabendo que não é um livro excepcional?É complicado,mas foi isso que aconteceu com esse livro kkkkkkkkkk
      Depois que ler me diz o que achou!
      Beijos!

      Excluir