domingo, 1 de maio de 2016

Resenha:O Circo Mecânico Tresaulti






Título:O Circo Mecânico Tresaulti
Autora:Genevieve Valentine
Editora:Darkside
Páginas:320 (capa dura)
Tradução:Dalton Caldas
Ilustração:Wesley Rodrigues




Sinopse:

Respeitável público, sejam bem vindos ao incrível Circo Mêcanico Tresaulti, o lugar para quem acredita no mundo mágico que nos rodeia. Permita-me conduzi-lo por uma viagem única através da luz e das sombras onde descobriremos juntos uma nova forma de ver tudo e a todos. Onde não existe limite entre o picadeiro e a plateia, onde tudo é real e o único limite é a nossa vontade de sonhar. Em pleno cenário pós-apocalíptico, O Circo Mecânico Tresaulti ergue sua lona e dá início ao grande espetáculo. Ambientado sobre a perigosa superfície de um mundo devastado, cheio de bombas e radiação remanescentes de uma guerra pela qual todos já saíram derrotados, este belo romance nos apresenta uma caravana circense em eterna viagem através de muitas cidades sem país, região ou rota definida. Lugares que podem não mais existir quando o circo retornar. Aqueles que se juntam ao circo procuram segurança, trabalho sem risco de vida ou apenas uma nova forma de recomeçar. E seguir adiante, apesar de tudo.





Em meio a um cenário pós guerra devastado,eis que surge um circo com o objetivo de levar alegria para as pessoas em meio a tanto caos.Só que não se trata de um circo comum.Pessoas com habilidades e que tiveram mutilações na guerra tem seus membros substituídos por partes mecânicas:ossos,placas,parafusos,enfim,qualquer parte de metal que possa ser adaptada.Toda essa magia é comandada pela Boss,dona e responsável por realizar todo o procedimento de substituição do membro perdido por um mecânico.
Um circo que está em constante movimento,dificilmente passando pelo mesmo local mais de uma vez,assim podemos definir a peregrinação do Tresaulti.
Após essas modificações feitas pela Boss,os integrantes param de envelhecer,até por isso eles estão constantemente em movimento.
Como muitas pessoas ficam maravilhadas por essa habilidade da Boss,pessoas não tão bem vindas também estão de olho,ou seja,o governo.E a partir daí muitos problemas estarão por vir para a galera do circo.
Paralelamente a isso,temos um conflito dentro do próprio circo.Temos um personagem que morreu e ele era o único que tinha asas.Após sua morte,cresce entre os artistas a vontade de possuir essas asas,o que acaba gerando um certa rivalidade entre alguns.
Essas asas terão papel importante dentro do enredo,acreditem.....




Pessoal antes de qualquer coisa preciso alertar vocês com relação a narrativa do livro.Ele não segue um padrão normal, a autora fala no presente,volta para o passado,depois vai para o futuro,de repente volta de novo para o presente.....e isso tudo sem nenhum aviso prévio.O leitor tem que ficar bastante atento a essas passagens de tempo para não se perder na leitura.
Chega a ser parecido com A Menina Submersa,mas diferente do que aconteceu com a leitura dele,consegui me prender muito mais na leitura do Circo.Mesmo com essas passagens de tempo um tanto quanto confusas,não me perdi e peguei rapidamente o ritmo da trama.
O grande desafio pra mim foi:descobrir quem era o narrador.De início isso não é dito para o leitor.Só sabemos que é um dos integrantes do circo,mas só vamos descobrir seu nome mais pra frente.Fiquei meio às cegas com isso,nunca li nada em que o narrador era alguém desconhecido durante uma parte da história.




A narrativa também é bem diferenciada.É uma linguagem bem poética,muto bonita de ser lida.Você percebe o quanto a autora quer transmitir uma mensagem de positividade mesmo com tantas atrocidades acontecendo.E lógico:por se tratar de uma distopia e nesse caso steampunk,muitas situações que acontecem durante a história podemos transportar para a nossa realidade.Inclusive em vários momentos a autora dá algumas indiretas justamente a respeito de várias coisas que estão acontecendo no mundo.
Aí vocês me perguntam:o livro é bom?Maravilhoso!!!
Só achei que a autora às vezes teve alguns problemas de condução durante as passagens.Nada que tenha me atrapalhado,mas que pode acabar prejudicando outros leitores,mas são problemas mínimos mesmo,até compreensível pela forma como a autora resolveu contar a história.
Outro problema foi a escrita arrastada até uma determinada parte do livro,mas aí vemos que mesmo a parte arrastada foi importante pra nos situar sobre os personagens e sobre o que estava acontecendo e apresentar melhor o circo e como ele funciona.
Os personagens foram construídos de uma forma a mostrar para o leitor que mesmo com as partes mecânicas e com as habilidades adquiridas,existem seres humanos,com emoções,dúvidas e revoltas que vão se apresentando ao longo da trama.
O que mais gostei na leitura foi justamente a narrativa,muito bonita e a forma como a Genevieve Valentine tratou os conflitos presentes na sociedade e no próprio circo,mostrando que ninguém é perfeito e que todos devemos lutar pelo que acreditamos.






"Os braços da mulher ainda estão bem abertos,você percebe que ela não parou de falar,que sua voz sozinha mudou o ar,e,quando ela continua, "Bem-vindos ao Circo Mecânico Tresaulti",você aplaude como se sua vida dependesse disso,sem saber por quê."



"Isso é o que acontece quando se dá um passo:você se aproxima daquilo que quer."



("A maioria das pessoas não vive o suficiente para ver o circo duas vezes.Estes são tempos exaustivos.")



"Elas são arte;elas são habilidades;elas são a prova de que o mundo não abandonou a beleza."



"As pessoas não têm lealdade;é isso que é.Essa é a verdadeira lástima."



("Ninguém é de ninguém",disse Boss quando lhe contei,mas era mentira,e nós dois sabíamos disso.Ela tinha um par de asas amarradas em sua oficina que a desmentia.")



"Vocês se preocupam demais com nomes",eu disse.
Altíssimo disse:"Você se preocupa de menos."



"Ying compreende;às vezes você precisa ser parte da trupe,e não você mesma."



"Ter medo desperdiça tempo",ela disse,como se para si mesma."



"É isso que acontece,ela pensa,quando ninguém se importa com os ossos de alguma coisa."



("Aqueles que têm grandes desejos nascem,não são feitos.")



"É o que acontece a algumas pessoas,senhor.Não dá para prever como a loucura cairá sobre você."



"Algumas partes do passado não podem ser recuperadas,ele sabe.Melhor não invocar fantasmas."



("Este é o grande problema com pessoas de coração mole.Falta de controle.")



"Isso era um teatro,você diz.
O home do governo diz "Sim",pesarosamente.
Depois ele se recompõe e diz:" E será novamente.Qualquer mundo decente precisa de arte."



"Um circo sempre encontra um lar,todos querem um espetáculo."






Gente essa leitura foi maravilhosa pra mim,espero que seja para vocês também.Fiquei com muito receio no início porque sempre ouvia as pessoas comentando que não era uma leitura fácil,mas consegui passar por ela sem problemas e por sinal em pouco tempo:dois dias.Ah detalhe pra edição:acho que essa é uma das capas mais bonitas da Darkside na minha opinião,cheia de alto relevo e de uma beleza sem igual.
Espero que tenham gostado de mais uma resenha,assim como adorei escrever.Por hoje é isso pessoal,tenham uma semana incrível e um bom fim de domingo.
Até a próxima!!
Grande abraço!!

5 comentários:

  1. To amando esse livro, essa edição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É maravilhosa mesmo né
      Dá vontade de ficar admirando o tempo todo!!
      Beijos!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha lido nenhuma resenha desse livro, mas eu era muito atraída por essa edição MARAVILHOSA da dark side!
    Após ler esse post minha vontade de comprar esse livro triplicou.
    Sobre o que você disse sobre a narrativa, me lembrou a linha que segue "O pequeno príncipe" e "O guia do mochileiro das galáxias", e eu tive problemas com esse ultimo. Talvez agora já tendo sido avisada pela sua resenha, isso não me incomode. Parabéns pela resenha :D
    -Adriane

    http://lapsodeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!!
      A edição por si só já vale a pena ter,mas depois que você começa a ler a paixão é quase que instantânea!
      Uma narrativa muito deliciosa e bonita,atinge em cheio os leitores.
      É mais ou menos nessa linha mesmo,mais puxado pro lado do Pequeno Príncipe.
      Que bom que gostou!!
      Depois me conta o que achou da leitura :D
      Beijos!

      Excluir