segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Resenha:O Beijo Traiçoeiro


Livro:O Beijo Traiçoeiro
Autora:Erin Beaty
Editora:Seguinte
Páginas:440
Tradução:Guilherme Miranda



Sinopse

Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada. Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.



Oi povo!Tudo certinho com vocês?
Vamos conversar então sobre mais um livro,lançamento recente do grupo Companhia das Letras pelo selo da editora Seguinte.Falaremos então sobre O Beijo Traiçoeiro,da autora Erin Beaty.


Sage Fowler mora com seus tios e atua como tutora e professora das primas.Ensinar é praticamente sua grande paixão.
Tudo muda quando um dia seu tio chega e informa que ela já está crescendo e tem que ter um rumo na vida.Na visão do seu tio,esse rumo é simplesmente se casar,mesmo que seja contra a vontade dela.Para isso,ele contrata a casamenteira Darnessa para que ela consiga arranjar um belo casamento para Sage.
Porém na hora da entrevista,Sage é um desastre completo,falando muito mais do que devia.Esse jeito da nossa protagonista chamou a atenção da casamenteira que a convida para ser sua aprendiz e partir junto com ela para o Concordium,um evento onde as grandes uniões são realizadas na capital.
Para fazer a escolta das damas,oficiais militares irão acompanhá-las até o Concordium.Mal sabem elas que estarão expostas a um plano surpreendente e perigoso....
Sage só não esperava que em meio a essa viagem estaria exposta a uma conspiração militar,um plano sangrento movido a vingança,segredos,uma trama complexa e mais do que isso:uma inesperada e proibida paixão.




Esse é o tipo de livro que eu olhava,mas a capa não me atraia pra pegar e ler a sinopse.Até que recebi de cortesia por aqui do grupo Companhia das Letras (Obrigado!) e resolvi dar uma olhada na sinopse.Fiquei muito intrigado,porque não consegui definir exatamente o que poderia encontrar nesse livro,então fui pra leitura com a cara e com a coragem.
Posso dizer:foi uma grande surpresa.
Encontrei aqui uma história com pegada de distopia,passando por romance histórico junto com um quê de fantasia medieval e claro:romance.
Esse tipo de mistura se não for bem trabalhado pode acabar causando uma certa confusão para o leitor.Para a nossa sorte,a autora conseguiu transitar pelos estilos da melhor maneira possível,sem se perder na construção do ambiente da trama.
Ela conseguiu também construir personagens fortes,principalmente os femininos.Aliás,a presença do feminismo é completamente visível e importante na história.Sage é uma personagem que não aceita as coisas do jeito que são,ela se questiona,ela pensa,tem um temperamento forte (o que acaba causando muitos problemas pra ela) e não abaixa a cabeça pra ninguém.Completamente decidida,não espera que alguém vá salvá-la,ela mesma corre atrás da solução pra sair das enrascadas.Muito sagaz,tem uma compreensão incrível das pessoas e das situações ao redor,o que a torna uma ajuda e um perigo ao mesmo tempo.A representatividade feminina chama positivamente a atenção,precisamos de mais personagens assim e mais autores que explorem o feminismo de uma forma que nos faça pensar e entender melhor o que o feminismo representa para a nossa sociedade.
Pensem numa mistura da Katniss (Jogos Vorazes) com a America (A Seleção) e assim chegaremos até Sage,acho que essa é a melhor definição dela.
Sobre os personagens masculinos....não dá pra falar muita coisa sem dar um grande spoiler,mas posso falar que são personagens valentes,muito unidos um com o outro e sempre em prol do melhor para o reino.Aliás a grande surpresa do livro está entre os personagens masculinos que são os militares,então não percam os detalhes.
O mundo criado pela autora é bem desenvolvido.A princípio irão achar parecido com outros mundos de outras histórias de fantasia (eu também achei),mas isso em nada me incomodou durante a leitura,até porque achei a forma como a autora descreveu as relações políticas e pessoais da história incrivelmente simples e objetiva.
Talvez ela pudesse ter se aprofundado um pouco mais na sociedade em si,nos mostrar um pouco mais do mundo fora do Concordium,até para termos uma noção mais ampla do cenário geral desse mundo.Em contrapartida,as relações políticas foram explicadas de forma bem leve e objetiva.
A minha maior surpresa com esse livro,foi toda a trama de segredos que a autora colocou na história e que ela espera o tempo certo pra revelar.Segredos que me surpreenderam,sim.Não esperava que essa história fosse me envolver tanto quanto me envolveu.
Outro acerto da autora foi colocar o ponto de vista da Sage e do soldado Ash,assim vamos entendendo um pouco mais sobre quem é Sage e seu papel no Concordium e vemos também como funcionam as relações políticas e estrutura do exército.
Enfim pessoal,curti muito essa leitura,transcorreu de forma tão leve que em menos de três dias já tinha concluído a leitura.Chega um determinado ponto da história que é tiro atrás de tiro,porrada atrás de porrada que não dá pra largar kkkkkkkkkkk
Para os fãs de distopia,romance,aventura e fantasia,acho que esse livro vai agradar bastante.
Quem não costuma ler esse tipo de livro,mas tem vontade,essa é uma escolha super interessante para começar!




"Agir rápido tem seus méritos,mas a paciência também tem.É um equilíbrio delicado,e nem todos que o tem tomam sempre a melhor decisão."



" - E talvez eu nem queira a patente.Só acorrenta a pessoa ao dever por anos - Ele apontou para Cass e Gramwell,cavalgando alguns metros à frente- Está vendo os dois?Como precisam agir o tempo todo?Compare aquilo a mim,aqui com você.Essa é uma liberdade que eles não têm."



"....eu te amo Sage Fowler.De todas as coisas que disse e fiz,essa é a mais verdadeira."




Pessoas,que livro.Gosto demais quando a gente pega um livro que nos surpreende positivamente.Não esperava gostar tanto quanto gostei,de verdade.
À primeira vista pode parecer uma cópia de várias outras fantasias ou distopias,mas é uma história com uma originalidade própria misturada com elementos distópicos já conhecidos.Deem uma chance para esse livro que com certeza irá surpreender.
Então é isso gente,espero demais que tenham gostado.
Não esqueçam de dizer o que acharam!
Vou indo nessa galerinha,nos vemos na próxima postagem!
Grande abraço!

4 comentários:

  1. Olá Cláudio
    De cara eu gostei da capa, mas não tinha ideia do plot, até ler sua resenha.
    Genteeee ameeeei!
    Essa mistura de aventura, romance, distopia e espionagem é bem singular, poderia ser complexo, mas flui bem e instigante faz as páginas virarem, vc leu em três dias!
    Tô precisando de um livro assim!
    E fiquei roendo as unhas de curiosidade sobre essa espionagem, segredos, mistérios e identidade secreta.
    Aaahhhhh sem falar que achei divertidíssimo esse negócio dela ser inapta para o casório hihihi
    Querooooo conhecer Sage e Ash siiiiim!
    Bjs Luli
    https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luli!
      Essa capa é uma graça mesmo,muito lindinha.
      Quando peguei pra ler a sinopse pensei nisso.Pensei:tem tudo pra dar errado.
      Ainda bem que a autora conseguiu se sair muito bem.
      E olha que ler um livro de fantasia em poucos dias não é algo muito fácil,prova de que a história flui muitíssimo bem.
      hahahhahahaha acho que vai gostar!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Cláudio,

    Li esse livro recentemente e quando a autora revelou os ''segredos'' eu juro que fiquei de boca aberta, pois não consegui perceber desde o começo e isso fez com que eu gostasse do livro. Espero que o próximo seja assim cheio de surpresas, apesar que a gente vai estar mais esperto com a sequencia.

    Bjs, boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica!
      Não é?Fiquei sem palavras!
      Não dá pra perceber do que se trata,até chegar o momento da grande revelação.
      Tomara mesmo,vamos ficar na torcida!
      Beijos!

      Excluir